sexta-feira, 30 de outubro de 2015

A SÍNDROME DE PILATOS

"ENTÃO PILATOS, vendo que NADA APROVEITAVA, antes o tumulto crescia, tomando água, LAVOU AS MÃOS diante da multidão, dizendo: Estou inocente do sangue deste justo. CONSIDERAI ISTO." Mateus 27:24

"E o sangue precioso do Senhor Jesus Cristo correu ao chão no alto do Calvário."

A pressão psicológica da maioria queria um mártir para a crucificação; Jesus Cristo fora o escolhido, pois aquele humilde carpinteiro de Nazaré pregava um evangelho que depunha contra o descaso, contra a omissão, a violência e a ingratidão.

Aquele humilde carpinteiro da pacata Nazaré pregava sobre a negação do eu mesmo, para poder segui-lo, levando cada um a sua cruz, para obter a salvação.

Pregação esta que entrava em choque com a elite, com às suas benesses; com as suas crenças,  com os seus primeiros lugares nas tribunas, conselhos, Templo e Sinagogas.

Era preciso silenciar aquela incomoda voz que abalava os alicerces do poder, do glamour e da  continuação sistemática das clãs reinantes.

Os pobres; pobres, pobres! - Eram inclusos na classe serviçal, nas estratégias de manobra, onde a sua vinha herdada do Pai era o alvo da cobiça.

No entanto, veio Jesus Cristo para se pôr por justiça ao injustiçado. E o tempo contou a história que nem o mais renomado escritor poeria imaginar, pois era preciso perseverar, ter uma posição mesmo que esta lhe seja contrária: "O JUSTO VIVERÁ PELA FÉ, E SE ELE RECUAR A SUA ALMA NÃO TEM PRAZER NELE".

Conquanto, aos recuados resta o opróbrio, e o triste destino da rejeição. Porém, aos perseverantes, uma incorruptível Coroa de Glória.

PILATOS detinha o poder e foi influenciado pela grande maioria; lavou suas mãos COMO SINAL DE UMA FALSA INOCÊNCIA enquanto que o Sangue de um Justo iria ser derramado.

Esquecera-se PILATOS que o poder estava nas suas mãos, e ele poderia mudar o curso da história.

PILATOS omitiu-se das SUAS RESPONSABILIDADES, por um peso de glória fugaz, passageira, mas no contexto geral inglória.

A síndrome de  Pilatos transpassa os anais da história, ecoando nos tempos, repercutindo no mundo A SUA TRISTE MEMÓRIA.

Até quando iremos omitir-nos daquilo que nos compete fazer, com uma falsa premissa que estamos LAVANDO AS MÃOS porque somos inocentes na trajetória?


Pare, pense e ore!

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

ISRAEL, NÓS, E AS PEDRAS DA RECONSTRUÇÃO

Jerusalém fora destruída; seus muros de defesa estavam ao chão; às portas queimadas a fogo, com o seu templo destruído, a fé perdera a função.

Sem a vida espiritual, e com ela a literal, se foi a unção.

Israel deixou de existir como povo com terra, deixou de existir como nação. Ele agora era escravo, cativo, desterrado e sem comiseração.

O Senhor retirou a Sua mão, e sem Ela cessou a proteção.

Fora necessário, o cativeiro como castigo, a morte e a regressão.

No entanto, havia uma promessa de restauração; haveria remanescentes, e o retorno a terra do coração.

Figura ilustrativa - Todos os méritos ao seu autor.
Os muros teriam que serem reconstruídos; a cidade reerguida, o templo e a adoração.

Israel precisava entender, lamber as feridas, e tirar a lição.

"O boi conhece o seu possuidor, e o jumento a manjedoura do seu dono; mas Israel não tem conhecimento, o meu povo não entende."  (Isaías 1 : 3)

Só o Eterno tem a palavra, os mandamentos e a direção; e sem Ele, Israel não era povo, não tinha promessa, sem presente e sem futuro, um refém do mundo de então.

Os caminhos de volta foram penosos, difíceis, com lideres dispostos a pagar o preço, de deixar o seu conforto, assumir a causa e guiar e reconstituir a nação.

O Senhor levantou Zorobabel para reconstruir a cidade e o templo; Neemias os muros e Esdras o culto e a adoração.

A SAGA CONTINUA
Nós como povo divino, enxertados na videira, não somos diferentes dos idos tempos de Israel como povo, como nação.

Se deixarmos a palavra, nos virarmos pro mundo, perdemos a Sua Mão, e também a unção.

Deixamos de sermos povo, ficamos cativos das vaidades, dos materialismos e da evolução.

O que é sempre foi, e sempre será; a Palavra do Senhor não muda e nunca mudará;  porquanto, os exemplos nos anais da história é um testemunho de luta, derrotas e vitórias.

Só no Senhor, com o Senhor, com Amado Filho, com o Divino Intercessor, seremos libertos, não só chamados, mas no rol dos poucos escolhidos.

Se não entendermos que a porta e que o caminho é estreito, que precisamos ser pacíficos, e em santidade para ser o povo do arrebatamento, da nação separada pro Reino Eterno de geração em geração.

AS PEDRAS DO ENTENDIMENTO
São as pedras da reconstrução.

Se não entendermos A PALAVRA, e a colocarmos em obras, como reconstruiremos o templo e a adoração?

Nós somos o templo, o altar e adoração.

É preciso abrir nossa mente, dar abrigo a palavra e a guardar no coração.

Se não fizermos tudo isso, o sacrifício do Filho Amado e tão querido, teria sido em vão.

"O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos."  (Oséias 4 : 6)

"Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus."  (Mateus 22 : 29)

"Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém."  (II Pedro 3 : 18)

PORQUE DEVEMOS ENTENDER PARA COMPREENDER PELA PALAVRA QUE POR SI MESMA NOS FALA:

"Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus."  (Mateus 4 : 4)

"Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça;"  (II Timóteo 3 : 16)

TODA A PALAVRA DIVINA É INSPIRADA PRA FAZER O QUE?

"Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra."  (II Timóteo 3 : 17)

Que o Senhor através da sua graciosa e bendita palavra possa dar a cada um de nós o profícuo entendimento no que para tal precisamos mudar as nossas mentes, sacrificar a carne para santificar-nos de:


"ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional."  (Romanos 12 : 1)

"E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus."  (Romanos 12 : 2)


"E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso SENHOR Jesus Cristo."  (I Tessalonicenses 5 : 23)

As pedras da reconstrução são as pedras do entendimento pela palavra divina, pois com ela construímos o caminho da nossa fé no único Senhor de nossa salvação.


Amém.


quarta-feira, 7 de outubro de 2015

CAMINHOS DE VOLTA


Somos apenas uma pequena voz; quase um sussurro que clama em um deserto de corações duros e obstinados pelo canto da sereia na arte da fantasia.

Poucos são aqueles que DÃO vazão e razão a PALAVRA DIVINA; no entanto, ainda QUE NÃO OUÇAM, E NEM QUEIRAM OUVIR aquilo que vem-nos para que divulgue, ainda assim não cansaremos a nossa voz a DIZER QUE HÁ UM CAMINHO DE VOLTA A SER PERCORRIDO.

A dizer que "O SENHOR" não mudou E QUE NUNCA MUDARÁ, pois sempre foi e sempre será O MESMO NA HUMILDADE a qual chegaremos com ELE em celeste pátria, E MIL ANOS NA TERRA, E DE ETERNIDADE EM ETERNIDADE EM UM NOVO CÉU E EM UMA NOVA TERRA.

VEREDAS ANTIGAS = CAMINHOS ANTIGOS

O POVO DO SENHOR DEIXOU AS VEREDAS ANTIGAS

"Contudo o meu povo se tem esquecido de mim, queimando incenso à vaidade, que os fez tropeçar nos seus caminhos, e nas veredas antigas, para que andassem por veredas afastadas, não aplainadas; (Jeremias 18:15)

AS VEREDAS ANTIGAS VERDADES SÃO:

ISAÍAS 43:8: 

"Trazei o povo cego, que tem olhos; e os surdos, que têm ouvidos."

ISAÍAS 43:9 

"Todas as nações se congreguem, e os povos se reúnam; quem dentre eles pode anunciar isto, e fazer-nos ouvir as coisas antigas? Apresentem as suas testemunhas, para que se justifiquem, e se ouça, e se diga: Verdade é."

DEIXANDO A MISERICÓRDIA DO SENHOR

"Os que observam as falsas vaidades deixam a sua misericórdia." (Jonas 2 : 8)

ASSIM DISSE O SENHOR EM JEREMIAS 6:

JEREMIAS 6:16 Assim diz o Senhor: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas; mas eles dizem: Não andaremos nele.

UM POVO OBSTINADO, DURO DE CORAÇÃO QUE NÃO QUER ANDAR NAS VEREDAS ANTIGAS.
PORQUANTO, MESMO QUE SEJAMOS COMO ATALAIAS DO SENHOR; COMO VOZES QUE CLAMAM NO DESERTO... O QUE TRISTEMENTE NÃO OUVIRÃO


JEREMIAS 6:17 

"Também pus atalaias sobre vós, dizendo: Estai atentos ao som da trombeta; mas dizem: Não escutaremos."

NO ENTANTO, DISSE O SENHOR JESUS CRISTO MATEUS 11

"Aprendei de mim que sou MANSO E HUMILDE DE CORAÇÃO E ENCONTRAREIS DESCANSO PARA ÀS VOSSAS ALMAS."


sexta-feira, 2 de outubro de 2015

QUEM É JESUS CRISTO?

Quem seria Aquele Homem que desde os seus doze anos de idade já encantava os grandes mestres no templo?

Quem seria Aquele Homem que veio para os seus, mas os seus não O receberam?

Quem seria Aquele estranho Homem que dentre outras coisas até o vento e o mar lhe obedecem?

Quem seria Aquele Homem que até João Batista teve a incomoda dúvida do: "És tu Aquele que havia de vir ou esperamos outro?"

Quem seria Aquele Homem que arrebatou multidões, que deu de comer a milhares, e trouxe ao mundo um ensino que não estava nas mais proeminentes escolas rabínicas da Judeia.

Ensinamento que trouxe a libertação interior; ensinamento de um novo nascimento da água e do Espírito; ensinamento de que a força do amor é o ápice de um mundo inteiro perdido.

Quem seria Aquele Fenomenal Homem em que os aleijados andavam, os cegos viam, o surdo ouvia, o mudo falava; em que os endemoniados eram libertos, e que aos pobres era pregado o Reino dos Céus? 

A palavra divina apostólica Joanina disse que este Homem é Aquele que no princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e que o Verbo era Deus; e de tudo o que feito, nada se fez sem a presença Dele.

Yeshua Hamashia é este Homem intensamente dissecado, contraditado, rejeitado, mas por tantos outros o mais amado de geração em geração.

Ele é o Filho do Deus vivo e verdadeiro na plena resposta do Apóstolo Pedro.

No entanto despiu-se da Sua glória e de Sua Majestade e poder, para ser também 100% homem, e com isso sofrer as algúrias da cruz. 

Porquanto, foi Aquele que fez-se pecado para que por Sua morte viesse a remir todo o pecador; porque, foi o Justo e o Justificador de todo aquele que Nele crê.

A humanidade teve e tem um Salvador; um Redentor que nos dá a vida para todo o sempre.

Este Excelso Senhor dos senhores e Rei de reis é por tantos mal amado, mal compreendido, e muitas das vezes abandonado.

A grande questão que não quer calar: "Quem é o Senhor verdadeiramente na minha e na sua vida este Homem Extraordinário chamado de Jesus Cristo?"

PARE E PENSE: ESTAMOS DANDO O DEVIDO VALOR A ESTE EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOS CÉUS E DA TERRA?