sexta-feira, 27 de novembro de 2015

BOATES KISS - BATACLAN, E O BEIJO DA MORTE




Foto Bataclan momentos antes da tragédia
Os mistérios do mundo espiritual transbordam em exemplos no mundo literal; porque o mundo literal é governado pelo mundo espiritual.


Falar em perda de vidas é constrangedor; pode ferir sentimentos, e ainda dizer-se que querem auferir dividendos com o sofrimento alheio.

Por mais que se tenha o zelo ao descrever-se infortúnios nas suas essências, sempre haverá dissabores nesta delicada tarefa.

Em hipótese alguma queremos promover juízos indevidos, mas sim nos solidarizar com as famílias enlutadas, onde o que relataremos encontra sustentabilidade nas procedências destes tristes episódios que abalaram e entristeceram o mundo.

Foto promocional da festa na Boate Kiss
Quando do ocorrido na catástrofe da Boate Kiss, em Santa Maria RS, Brasil, onde centenas de preciosas almas perderam suas vidas, postamos que já nos seus bastidores a riqueza nefasta dos fatos delineava a ação DO INVOCADO ladrão de vidas na festa promovida:

"O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância."  (João 10 : 10)


Em outro artigo aprofundamos o estudo possível sobre os nomes, símbolos e significados do nome KISS (beijo) "quando ligado" ao mundo das trevas:


Agora em episódio recente na casa de Eventos Bataclan em Paris, na França, assemelha-se ao da Boate Kiss em número, gênero e grau, "SE CONFIRMADOS", onde O INVOCADO compareceu num triste BEIJO DA MORTE. 

Temos as notícias que no momento da ação mortífera na Casa de Eventos Bataclan em Paris na França como as descritas no site abaixo que:

"Por incrível que pareça, no momento em que banda começou a cantar a canção Kiss The Devil, (Beijando o Diabo)"

Os fatos a seguir descritos são de inteira responsabilidade do seu autor, os quais transcrevemos em partes:



Vítimas do massacre na boate Bataclan em Paris, estavam adorando ao diabo


“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;” – 1 Pedro 5: 8

Na noite da última sexta-feira, 13, centenas de pessoas estavam reunidas na casa de shows Bataclan, em Paris, em um show da banda de rock Eagles Of Death Metal que fazia uma apresentação considerada por muitos como satânica.

De acordo com algumas fotos tiradas momentos antes do ataque terrorista, centenas de jovens estavam dançando com suas mãos levantadas fazendo o símbolo ocultista da “Mão Chifrada“, em uma clara saudação ao diabo.


Kiss The Devil, em uma tradução livre diz:

Quem vai adorar o diabo? …
Quem vai a melodia de sua música? …
Quem vai adorar o diabo e sua canção? …
Eu vou amar o diabo! …
Eu vou cantar a sua canção! …
Eu vou amar o diabo e sua canção! …
Quem vai adorar o diabo? …
Quem vai beijar a sua língua? …
Quem vai beijar o diabo na sua língua? …
Eu vou amar o diabo! …
Eu vou beijar sua língua! …
Vou beijar o diabo na língua! …
Quem vai adorar o diabo? …
Quem vai cantar sua canção? …
Eu vou amar o diabo e sua canção! …
Quem vai adorar o diabo? …
Quem vai beijar a sua língua? …
Vou beijar o diabo na língua! …
Quem vai adorar o diabo? …
Quem vai cantar sua canção? …
I WILL LOVE THE DEVIL E cantar sua canção! 

“Enquanto os fãs de death metal franceses estavam cantando essas letras, oferecendo o seu amor a Satanás, o Diabo respondeu como o diabo sempre faz. Com a morte e a destruição.”, escreveu Geoffrey Grider, colunista da nowtheendbegins.


“Mas, como um crente na Bíblia, eu sei exatamente o que aconteceu sexta à noite as 21:40 GMT em Paris, França. As pessoas pediram uma manifestação do Satanás, e adivinhem? Ele se manifestou.”, continuou Grider.

Grider diz que não acredita que naquele local tivesse algum cristão salvo em Jesus e que  “a grande maioria dessas pessoas estavam perdidas, pessoas perdidas. Eu me pergunto para quantos delas foram oferecidos o evangelho de Jesus Cristo para salvar suas vidas e elas recusaram virando o seu nariz acima? Provavelmente muito deles Vemos isso o tempo todo quando nós pregamos na rua em St. Augustine. Para a maioria das pessoas perdidas, o Diabo e o inferno são apenas uma piada...”

CONCLUSÃO:
A soma conclusiva dos fatos pintam um quadro de difícil dissolução, haja vista que em ambos os países, os mais diversos autores apontam para um mesmo fim. Isto, é só pesquisarmos nos principais meios da WEB.

Por mais que queiramos aludir a culpa aos defensores de suas causas, vemos que quando O INVOCADO é reverenciado, ele vem para promover a sua especialidade: MATAR, ROUBAR E DESTRUIR.

Só que o Senhor Jesus Cristo, tem vida, e vida em abundância para todo aquele que Nele confia.



quinta-feira, 19 de novembro de 2015

PRISIONEIROS DA ALMA

FIGURA ILUSTRATIVA
Do seu autor são todos os méritos.
Muito além da imaginação está a prisão da alma.

O se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres soa nos anais da vida como se estivéssemos presos só nas grades do isolamento externo por transgressões efetivadas, e não antes por transgressões adotadas nas grades do pensamento.

A verdadeira prisão começa no prender a alma por dentro para depois prender o corpo por fora.

O pensamento vicioso é um mal de difícil reparação, pois está preso na alma, que não admite a transformação.

As coisas quando efetivadas é porque foram pensadas mesmo que ainda que intempestivamente, são aquelas que vieram de dentro para serem consumadas por fora.


"Daquilo em que a boca fala é porque o coração está cheio dela."

A vida fácil, o prazer instantâneo, desconsidera a legalidade e dá enfase a impunidade. Isto equivale a dizer que comigo não irá acontecer; e o que eu faço não irá me comprometer.

"O eu saio a hora que quero é um ledo e triste engano."

A prisão do vício primeiramente está na satisfação da alma, que entra numa viagem praticamente sem volta, se esta alma não pular do bonde e cair nos braços do Senhor Jesus Cristo.

Daquilo que plantamos, é daquilo que vamos colher.
Se não cortarmos o mal pela raiz, este mesmo mal vai nos perverter.

Muitas vezes podemos até dizer: é só um copo de cerveja; com o tempo são as latas, as garrafas e os engradados; e o figado já está em estado adiantado de degeneração, e a cirrose a companheira de ocasião.

A porta dos vícios são abertas por pequenas e insignificantes coisas, as quais perdemos o controle, como uma nau sem leme no meio da tempestade, onde muitas das vezes estamos irremediavelmente descontrolados.

"As drogas sempre irão acabar com o drogado."

A prostituição e o adultério está num ouvir e em um olhar, no tocar e com isso consumar o pecado.

"Daquilo que alimentamos a alma é naquilo que vamos prende-la."

Os sentimentos estão a flor da pele, onde o importante é de estar no gosto da maioria, mesmo que tenhamos que sacrificar a minoria para aplacar nossos espaçosos desejos.

A alma está intimamente ligada ao espírito, e dependente dele. Se o nosso espírito estiver ligado a Deus na pessoa do amado Senhor Jesus Cristo, ela está submissa as ações do Espírito Santo para receber os benefícios da salvação.

No entanto, se nela estiver o espírito da carne, presa pela carne receberá a condenação (Romanos 8).

A alma é passageira da agonia, pois muito embora queira a salvação, pelos seus múltiplos desejos se encaminha na grande maioria das vezes para a perdição. Porquanto, muitos são os chamados, mas poucos os escolhidos.

"A prisão da mentira tem desfeito o que o Senhor ajuntou, pois o pai da mentira o desvirtuou; pois muitos mentindo se perderão."

Tantas são as coisas que nos prendem, como: Redes Sociais, WhatsApp's, pornografias, novelas (figura: dá um nó e vela) e afins que se não nos libertarmos interiormente daquilo que nos prende, vivendo só exteriormente ficaremos eternamente presos.

Nunca poderemos esquecer que somos o templo do Espírito Santo; e que não somos de nós mesmos, mas do nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos comprou com o seu Sangue Puro na Cruz do Calvário onde estávamos vendidos pelo nosso pecado.

"Portanto, se o Filho nos libertar, verdadeiramente seremos livres."

QUESTÃO: O que nos prende é o Senhor Jesus Cristo, e ou a vaidade, nas permissividades?

"Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito. Romanos 12:2"

Assim nos veio, assim o escrevemos.



segunda-feira, 9 de novembro de 2015

A NATUREZA DE UMA CHAMADA

Há uma voz, e nesta voz um chamado; e neste chamado uma direção; e nesta direção um destino.

Quem ouve ESTA VOZ, sabe que o seu SENHOR o escolheu para uma missão.

Não há quem o faça voltar atrás, pois entende que ELE não erra na escolha, muito embora o escolhido possa falhar na trajetória.

Levante-se o que se levantar, ele sabe que o seu Senhor tem o tempo certo da vitória.

O chamado não se vende; não se compra e nem se toma emprestado.

Quando o Senhor fala, ta falado; quando manda, ta mandado.

Quando ELE chama, é certo que será confirmado; pode demorar o tempo que tiver que demorar, ELE cumpre o seu chamado; porque, FIEL É O QUE PROMETEU.

A chamada é um compromisso que compromete o compromissado.

Esperar é o lema; ter a paciência, e a confiança no chamado é o combustível do separado.

A rejeição será notória, e o desprezo também; isto faz parte da história do chamado de alguém.

Não há chamado sem luta, porque sem luta não tem vitória.

A natureza de um CHAMADO DIVINO EXCEDE às afrontas, às benesses das ofertas, porque, ele está sujeito a Aquele que o ALISTOU PARA A GUERRA.

Não que a guerra seja contra a carne ou sangue, mas sim contra os espíritos infernais da maldade nos lugares celestiais.

Sabemos que às ofertas serão muitas, como sempre serão, mas que o preço de servir a QUEM chama É A COROA DE GLÓRIA.

Quem derruba é a carne; e só ela pode nos derrubar, só guardando a palavra para poder nos salvar (Apocalipse 3:10).

Conhecemos um caso que em agosto de 2015 fez sete anos de uma manhã especial, que marcou a vida de uma pessoa com UMA PRESENÇA SEM IGUAL; três mandados repetidos ELE DISSE, para uma missão eternal:

“FALA A MINHA PALAVRA; ENSINA A MINHA PALAVRA, E PREGA A MINHA PALAVRA”

Noutra feita esta mesma pessoa estava estudando na madrugada para prestar provas em um curso teológico, quando lhe foi arrebatado os sentidos para ouvir uma voz por duas vezes que lhe fazia promessas quanto aos dons que lhe daria. Assim que falou pela segunda vez lhe devolveu ao estado normal, seguindo os estudos programados.

Noutra ocasião, soube-se que por um sonho visão de qual seria o cargo ministerial do seu chamado:

Ele via-se caminhando por uma avenida de uma cidade calçada com paralelepípedos, com canteiros no meio dela; esta pessoa estava usando uma bermuda branca; uma camiseta branca, tênis e meias soquete.

Neste ínterim, ouviu a VOZ que lhe dizia: 

"Um Presbítero da Igreja andando deste jeito".

Ele entendeu o que o seu Amado Senhor lhe dizia, e guardou às suas palavras até o dia do chamado que fora exatamente como o Senhor lhe dissera.

No entanto, dias antes deste chamado, ele tivera um outro sonho visão, onde mostrava que a capa (ministério) que receberia iria ser de luta, a contragosto, pois capa que lhe entregaram estava toda amassada. Assim foi até a última hora, e assim como o SENHOR lhe dissera se cumpriu a palavra.

Ao longo do tempo o Senhor vai usando os seus profetas pessoalmente para lhe falar sobre o mesmo assunto de sua chamada.

O SENHOR escolhe às coisas loucas deste mundo para confundir às que são.

Ele não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos.

Só na humildade é que se tem a oportunidade com o justo Senhor.

ELE DÁ E ELE TIRA; é ELE quem levanta, mas também é ELE quem abate.

"Do Senhor são todas às coisas: Porque, Dele, e para são TODAS ÀS COISAS."

Mesmo que venhamos a errar, e a cair sem levantar, ELE, O SENHOR NÃO CAI, mas permanece para TODO O SEMPRE.

A ELE TODA A HONRA E TODA A GLÓRIA PARA TODO O SEMPRE, AMÉM.




quinta-feira, 5 de novembro de 2015

A GUERRA DE UM HOMEM SÓ

Quando se espera por muitos, a história nos mostra que a vitória vem por poucos.

Moisés e os magos do Egito se enfrentaram diante da multidão. De um lado estava o Senhor, do outro a ilusão; o que é de Deus permanece, e o não é vira fumaça e some na imensidão.

David na afronta de Golias desistiu das armaduras do Rei Saul para lutar em nome do Senhor dos Exércitos.

Das cinco pedras da justiça, usou uma só; a da certeza que não há nenhum gigante que prevaleça quando se está firmado na rocha verdadeira que é o Senhor Jesus Cristo.

Os seus irmãos o desprezaram, e até o mandaram embora cuidar das ovelhas do pai; mas ele, tinha a confiança que é lutando é que ganha, pois quem não luta já está morto, e um morto sem luta não tem história.

O gigante caiu e Israel ganhou a guerra.

O profeta Elias no Monte Carmelo consertou o Altar, e enfrentou os profetas de Baal e de Acera.

A batalha foi tremenda, e a mortandade também; Jezabel foi envergonhada, e Acabe que era rei nem apareceu.

Do Senhor vem a vitória, o fogo e a destruição. Do inimigo ficou a memória da derrota, e sem perdão.

Quem luta em NOME DELE não precisa se preocupar, pois DELE VEM A VITÓRIA no custe o que custar.

São tantos os homens de DEUS que lutaram com decisão, que falta espaço e memória para os enumerar; mas tem os seus nomes registrados na história da Galeria da Fé (Hebreus 11).

Os alistados pra guerra NA MAIORIA quando defrontam-se com um Golias fogem desesperados pelo tamanho do problema.

É mais fácil aliar-se ao inimigo do enfrentá-lo em campo aberto em uma batalha de igual por igual; pois quem vence SEMPRE É A PALAVRA, e quem a tem, vencedor será também.

O Apóstolo Paulo na sua despedida escreveu com precisão, que tinha combatido o bom combate, terminado a carreira, mas que tinha guardado a fé.

Quem luta por fé, é pela fé que virá a vitória. A glória não é nossa, mas Dele; porque Dele e para Ele são todas às coisas.

A Palavra do Senhor nos mostra que por mais que o inimigo arregimente parceiros, Ele, o SENHOR, não precisa de quantidade, mas de qualidade, assim foi com Gideão.

Ele precisa de homens e mulheres que não cedam; que não se vendam, e que não esmoreçam no fragor da batalha; mas que sejam firmes e constantes, que perseverem até fim, para conquista da coroa de glória.

Muitos são os chamados, MAS POUCOS OS ESCOLHIDOS. Não se deixar enganar com derrotas passageiras; porque, muitas são as batalhas que se ganha a guerra inteira.

A GUERRA DE UM UM HOMEM (MULHER) SÓ é para manter-se limpo, não contaminado com as coisas do Egito, PARA A SANTIFICAÇÃO. O Egito passa e o seu brilho também.

DO SENHOR VEM A VITÓRIA, a glória será depois do arrebatamento, nas Bodas com O Cordeiro.

Até a vitória, se o Senhor assim o quiser.