sábado, 28 de outubro de 2017

A CULTURA DO CÉU - ENUNCIADO DESCRITIVO - OFICINA 1

Dentre tantos textos e contextos em que houverem muitos dissabores, quando alguém ousou falar sobre a cultura do céu, e foi vilipendiado, queremos destacar neste artigo que ela, a cultura do céu é real e verdadeira.


Ora, é óbvio que para que haja fruto tem ter uma lavoura; e se tem lavoura tem que ter quem a cultive, e a cultura dela será como é de costume se cultivar.


Não há como contestar que CULT (+) ura é aquilo se CULTIVA em um determinado lugar, é o conjunto de preceitos que se usa como COSTUME com determinada frequência. 


O QUE É O COSTUME:
costume possui dois elementos para que se verifique:
Corpus (material): repetição constante e uniforme de uma prática social.
Animus (psicológico): é a convicção de que a prática social reiterada, constante e uniforme é necessária e obrigatória.

A obediência a uma conduta por parte de uma coletividade configura um uso.
A reiteração desse uso forma o costume, que, na visão de Vicente Ráo, vem a ser a regra de conduta criada espontaneamente pela consciência comum do povo, que a observa por modo constante e uniforme, e sob a convicção de corresponder a uma necessidade jurídica.
O emprego de uma determinada regra para regular determinada situação, desde que se repita reiteradamente, quando igual situação se apresente de novo, constitui uma prática, um uso, cuja generalização através do tempo leva a todos os espíritos a convicção de que se trata de uma regra de Direito.
Esse hábito que adquirem os homens de empregar a mesma regra sempre que se repete a mesma situação, e de segui-la como legítima e obrigatória, é que constitui o costume.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Costume

Exemplo: quando cultivamos uma lavoura de milho esperamos que todos  os seus pés sejam uniformes em crescimento e produção À SEU TEMPO.

Quando se cultiva a tradição O USO  das coisas que compõe aquela tradição deveriam serem da mesma maneira que se tem O COSTUME (uma regra, uma disciplina) DE USAR naquela região.


Vejam bem, pare e pense se isso lhes for salutar: Quando se fala em costume é como se fosse uma coisa tão banal e ilegítima; que cada um o fizesse ao bel-prazer, e não como uma ordenação para que haja uma correta frutificação.

Já quanto a CULTURA NA  LAVOURA DA FÉ, o cultivo dela é PRESTAÇÃO DE CULTO AO SENHOR NOSSO DEUS, e a obediência (ordenação) às demais coisas que COMPÕE A SUA VONTADE, para que aja igualdade, crescimento e produção DESTACADA DE UMA SÓ FÉ.

O que seria a definição de cultura?
CULTURA:
Cultura (do latim cultura)[1] é um conceito de várias acepções, sendo a mais corrente, especialmente na antropologia, a definição genérica formulada por Edward B. Tylor segundo a qual cultura é "todo aquele complexo que inclui o conhecimento, as crençasa artea morala leios costumes e todos os outros hábitos e capacidades adquiridos pelo homem como membro da sociedade".[2][3] Embora a definição de Tylor tenha sido problematizada e reformulada constantemente, tornando a palavra "cultura" um conceito extremamente complexo e impossível de ser fixado de modo único. Na Roma antiga, seu antepassado etimológico tinha o sentido de "agricultura" (do latim culturae, que significa “ação de tratar”cultivar e "cultivar conhecimentos", o qual originou-se de outro termo latino, colere, que quer dizer “cultivar as plantas”), significado que a palavra mantém ainda hoje em determinados contextos, como empregado por Varrão, por exemplo.[4]

https://pt.wikipedia.org/wiki/Cultura  

O COSTUME (Corpus (material): repetição constante e uniforme de uma prática social.)  está agregado ao contexto da cultura da fé; está incluso no USO (cultivo) constante dos mandamentos, JUÍZOS E PRECEITOS DIVINO para formar uma unidade (um só fruto).

A UNIDADE SÃO TODOS DE UMA SÓ FORMA, conforme (com a forma) da SUA VONTADE expressada de ACORDO COM A RECEITA DA PALAVRA DE DEUS  PARA PRODUZIR FRUTO.

PARA PRODUZIR FRUTO:

Uma lavoura não produz fruto se ela não for limpa; se ela não for arada, preparada para receber a boa semente.


UMA QUESTÃO: Para mim produzir frutos para a santificação que é o objetivo final da lavoura da fé antes da colheita (glorificação), eu NÃO DEVERIA produzir antes frutos de arrependimento JÁ QUE PRECISO SER LIMPO, LIBERTADO DO PECADO

Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;
Mateus 3:8

Ver a limpeza da lavoura (coração) mediante o arrependimento, em Colossenses 3 

PORQUE: A escolha da semente para que dê os frutos segundo a sua vontade é feita pelo agricultor:

Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda.
João 15:16

Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito.
Nisto é glorificado meu Pai, que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.
João 15:7,8
Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. 
Romanos 6.22


Então: O cultivo da fé pelo cultuador tem que aplicar os seus insumos (obediência aos mandamentos , juízos e preceitos) para que ela frutifique para o seu dono. 

A SANTIFICAÇÃO É UMA CULTURA DO CÉU

O último estágio ANTES DA GLORIFICAÇÃO NA COLHEITA DA LAVOURA FÉ, é o *ESTADO DE SANTIDADE adquirido no PROCESSO PROGRESSIVO DE SANTIFICAÇÃO.


* Estado de Santidade: Vide o contexto no no artigo deste link:http://luisdornelesdeoliveira.blogspot.com.br/2012/09/assim-me-disse-o-senhor.html 

Este processo é feito na lavagem da água pela PALAVRA (a fé vem pelo *ouvir, obedecer A PALAVRA), na ação do Espírito Santo que convence o homem do pecado, quando não endurecemos o nosso coração ao ouvirmos a voz de Deus ATRAVÉS DA SUA PALAVRA.


*Ouvir: No Hebraico não existe a palavra obedecer; o ouvir já é uma ORDEM DE OBEDIÊNCIA. Exemplo: "A fé vem pelo obedecer a Palavra de Deus". 

Se somos LAVADOS (limpos) e REMIDOS (perdoados, tirado a culpa) pelo SANGUE precioso de nosso Senhor Jesus Cristo, às coisas velhas já passaram e tudo se fez novo; é o não vivo mais  EU,  mais CRISTO que é SANTO vive em mim; conquanto, DEVO SER SANTO como ELE É SANTO, e isto é BÍBLICO.

A Santidade vem de dentro para fora; isto é de ESPÍRITO ALMA E CORPO (I Ts 5.23); em que ela APARECERA COMO PRODUTO (FRUTO) REFLETIDO NO CORPO,  e nas ações dele.

NINGUÉM, absolutamente ninguém pode ser santo por dentro, E NÃO TER O REFLEXO DA SANTIDADE POR FORA. Se isto supostamente queiram nos vender, infelizmente é uma grotesca utopia.


PORQUE: Teria um fruto em algum lugar da fé no Senhor Jesus Cristo que amadureceu por dentro e é imaturo por fora?


Ou maduro por dentro e deteriorado por fora?

Por dentro o espírito de humildade e por fora o espírito de vaidade?

Por dentro o Espírito de Santificação e por fora o espírito de carnalidade?

Uma fonte com duas águas?

O Templo do Espírito Santo com duas matizes (branco & preto)? - Luz e trevas?

A CULTURA DO CÉU

A cultura da terra pertence a lavoura da terra, mas todo aquele que está no caminho da santificação irá produzir fruto para santificação:


E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Porque o fim delas é a morte.
Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.
Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.

Romanos 6:21-23

Será que os frutos que eu produzia antes de aceitar ao Senhor Jesus Cristo, dos quais eu deveria me envergonhar, e hoje não me envergonho mais estou voltando a praticá-los?


Se não cultivo a santidade como obterei a santificação?

Isto é uma matemática que não fecha, um verbo que não tem como conjugar em uma lavoura em QUE NÃO HA NADA PARA O SENHOR NOSSO DEUS COLHER.

O uso das coisas referentes a vontade de Deus às quais devemos nos ACOSTUMAR A USAR é o reflexo NAS AÇÕES EXTERNAS , pois a fé sem obras é morta.

Para o Senhor nosso Deus é SIM. SIM; NÃO, NÃO; fora disso é de procedência maligna.

Não há o estado de mornidão COMO CAMINHO DO MEIO servindo a dois senhores.

PORQUE:
“Quem é limpo limpe-se mais e quem é sujo suje-se mais ainda.”
Apocalipse 22:11

Isto quer dizer que: quem é santo  PROGRESSIVAMENTE santifique-se ainda mais; quem está imundo (sujo), mundanize-se ainda mais.

PORQUE:
Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.
Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.
E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
1 João 2:15-17

HÁ UMA DIFERENÇA ENTRE O QUE SERVE A DEUS DO QUE AQUELE QUE NÃO O SERVE

Na igualdade não há diferença; na diferença estão os contrastes onde se avalia todo aquele que está buscando servir ao Senhor nosso Deus daquele que não o serve:


E eles serão meus, diz o Senhor dos Exércitos; naquele dia serão para mim jóias; poupá-los-ei, como um homem poupa a seu filho, que o serve.
Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve.

Malaquias 3:17,18

O justo (QUE PRODUZIU FRUTO DE SANTIFICAÇÃO) está investido na busca da santidade, o ímpio na busca liberalidade.
(...) tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna.
Romanos 6.22

E para fazer diferença entre o santo e o profano e entre o imundo e o limpo,
Levítico 10:10
Uma árvore boa pode produzir frutos maus;  frutos para vergonha de Deus?


E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Porque o fim delas é a morte. Romanos 6.22


Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.
Mateus 7:18

QUESTÃO: Bons costumes gera frutos bons; e maus costumes gera que tipo de frutos?

Não seriam frutos para vergonha?


Portanto, se cultivar é costume (https://pt.wikipedia.org/wiki/Cultura), na lavoura da agricultura do céu o bom costume é também um dos frutos agregados a santificação; porque às más conversações corrompem os bons costumes:


Se, como homem, combati em Éfeso contra as bestas, que me aproveita isso, se os mortos não ressuscitam? Comamos e bebamos, que amanhã morreremos.
Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.
Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa.

1 Coríntios 15:32-34

QUESTÕES:
Às bestas de Éfeso nas suas más conversações estavam corrompendo os bons costumes?

 O Apóstolo Paulo combatia os falsos ensinos em  Éfeso?

Quais seriam os maus costumes?

Nos maus costumes, será que estas bestas de Éfeso a qual se refere o Apóstolo Paulo não estavam fazendo uma promessa de liberdade para corromper os bons costumes através dos maus costumes?

Porque, falando coisas mui arrogantes de vaidades, engodam com as concupiscências da carne, e com dissoluções, aqueles que se estavam afastando dos que andam em erro,
 *Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo.
2 Pedro 2:18,19
 Vejam artigo sobre este tema no link abaixo:
*http://luisdornelesdeoliveira.blogspot.com.br/2013/11/a-polemica-aos-galatas-uma-promessa-de.html 

Sem ofensas a quem quer que seja; mas é uma suposição teológica, e literária possível dentro do contexto apresentado. Se for, nenhum outro contexto se encaixa tão perfeitamente.
porque:
Besta é arrogante; o arrogante é vaidoso, e o vaidoso CORROMPE OS BONS COSTUMES com às concupiscências da carne; pois quer libertar-se daquilo que lhe contra-põe. 

 Segue:
Quem não tem o conhecimento da Santidade de Deus, vai prezar os bons costumes?

O apóstolo Paulo diz que não!


A CULTURA DO CÉU É PRESTAR CULTO A DEUS E NÃO AO CORPO

Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso CULTO racional.
E não sede conformados (COM A FORMA) com este mundo, mas sede transformados (NASCIDOS DE NOVO) pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.
Romanos 12:1,2

A FORMA DO MUNDO: iras, pelejas, dissoluções, sensualidade, lascívia, adultérios, e fornicações; a concupiscência dos olhos, e suas assemelhações.

CONCLUSÃO:

Meus amados "se" a TEOLOGIA (estudo das coisas que são de Deus) está errada, os valores estarão invertidos e a salvação desqualificada?

PORQUE:

DAI, poucos seriam os chamados; mas muitos os escolhidos; a porta larga é a do céu, e a estreita é do inferno?

Os que amam o mundo seguindo às coisas dele são os que iriam para o céu; e os que amam o céu renegando às coisas do mundo são os que iriam para o inferno?

PENSE NISTO, e veremos juntos que se não mudarmos de atitude obedecendo a palavra de Deus vamos povoar o inferno e esvaziar o céu?

Será que na vinda do Filho do Homem ELE encontrará FÉ NA TERRA? (Lucas 18.8)

Será que não existe os usos e costumes nos reflexos da santificação na cultura do céu?

Porquanto, ELE, o Senhor é o que DEVE CRESCER (aparecer), e nós diminuirmos (humildade).


SÓ UMA SAÍDA: O ENSINO DA CULTURA DO CÉU


Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente,
Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Senhor Jesus Cristo;
O qual se deu a si mesmo por nós para nos remir de toda a iniqüidade, e purificar para si um povo seu especial, zeloso de boas obras.
Fala disto, e exorta e repreende com toda a autoridade. Ninguém te despreze.

Tito 2:12-15


SERÁ QUE O COSTUME DO CABELO NÃO É CULTURA DO CÉU?

A BÍBLIA DIZ QUE É; VEJA NO LINK ABAIXO: 

https://luisdornelesdeoliveira.blogspot.com.br/2017/09/os-cabelos-femininos-para-deus-segundo.html


A cultura do Céu 



quarta-feira, 4 de outubro de 2017

UNÇÃO - O GANHO E A PERDA DELA









Ao longo da história bíblica o Senhor, nosso amado e bom Deus, primeiramente escolhe um povo para ser o seu porta voz na terra; não o escolhe por ser o maior povo do mundo de então, mas aquele povo que "ERA" o menor dentre as demais nações. 


O Senhor não tomou prazer em vós, nem vos escolheu, porque a vossa multidão era mais do que a de todos os outros povos, pois vós éreis menos em número do que todos os povos;

Deuteronômio 7:7

Dentre este povo MENOR EM NÚMERO ele tomava para si pessoas escolhidas para fazer a Sua obra; e lhes mandava ungir, e às capacitava colocando sobre elas o Seu Espírito.

A quem o Senhor escolhia para ser ungido algo tinha de especial que fazia jus a tal escolha divina.

O Senhor se provia de servos seus para ir ao encontro do seu escolhido, assim como foi com Samuel, sacerdote, profeta, e último Juiz de Israel; o qual teve a sua descendência como seus magistrados rejeitada pelo israelitas, pois eles queriam um rei como às demais nações da terra.

O escolhido como primeiro Rei de Israel fora Saul, filho de Quiz, da tribo de Benjamim, e o Profeta Samuel o seu ungidor.

O que nos chama a atenção nesta escolha, além dos predicados de Saul que a Bíblia nos relata em I Samuel 9,  foi  que ele ao ser escolhido por Deus ESTAVA A SERVIÇO DE SEU PAI QUIZ procurando as jumentas perdidas; como também está no próprio questionamento de Saul ao Profeta Samuel:
Então respondeu Saul, e disse: Porventura não sou eu filho de Benjamim, DA MENOR das tribos de Israel? E a minha família A MENOR de todas as famílias da tribo de Benjamim? Por que, pois, me falas com semelhantes palavras?
1 Samuel 9:21
Dentre os demais povos da terra, o Senhor escolhe a menor nação; dentre os da demais nações, ELE escolhe a MENOR TRIBO; e dentre a MENOR TRIBO, ELE escolhe alguém da menor família.

SAUL SE CONSIDERAVA O MENOR, o menos favorecido, aquele que tinha pouquíssimas chances de ser escolhido Rei de Israel.

No entanto, o Senhor conhecendo todas às coisas, escolheu e oportunizou Saul a ser o comandante de Israel; e assim o Profeta Samuel o ungiu:

E o Espírito do Senhor se apoderará de ti, e profetizarás com eles, e tornar-te-ás um outro homem.
E há de ser que, quando estes sinais te vierem, faze o que achar a tua mão, porque Deus é contigo.
1 Samuel 10:6,7

Quando o Espírito do Senhor se apodera de nós, porque dai em diante SEREMOS TEMPLO DO ESPIRITO SANTO:


Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos?
I Coríntios 6.19

Falamos às coisas do Senhor nosso Deus (novas línguas), somos BOCA DELE (e profetizarás com eles); somos transformados em UMA NOVA CRIATURA (tornar-te-ás um outro homem); haverá SINAIS (quando estes sinais te vierem); FAREMOS O QUE O SENHOR NOSSO DEUS MANDAR (faze o que achar a tua mão), porque, ELE SERÁ CONOSCO (porque Deus é contigo).


O PROCESSO DE ESCOLHA SENHOR JESUS CRISTO

O processo de escolha do Senhor Jesus não recai somente sobre uma pessoa, exceto em casos especiais, mas A PORTA ESTÁ ABERTA PARA TODOS que QUISEREM BUSCAR com Zelo os dons espirituais (I Coríntios 12), e os dons ministeriais (Efésios 4.11); pois quem deseja o Episcopado, excelente obra deseja... (I Timóteo 3).


Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei (deu um nome, uma função), para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda.

João 15:16
O deis fruto, e o vosso fruto não caia do galho (PERMANEÇA) É O MESMO QUE: Faze o que achar a tua mão (fazer); frutifique e não deixe de frutificar.

Fazendo o que ELE manda vamos frutificar, e ELE será conosco; tem o mesmo valor de Tudo quanto pedir-dês em meu nome ao Pai ELE vos conceda

A ESCOLHA ENTRE OS ESCOLHIDOS
Dentre aqueles que primeiramente escolheu, segundo os propósitos de Deus, mediante a entrega a ELE e a sua obra, colocará cada um na posição daquilo que lhe for útil:
Mas a graça foi dada a cada um de nós segundo a medida do dom de Cristo.

Efésios 4:7
E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores,
Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo;

Efésios 4:11,12

E neste ministério do aperfeiçoamento dos santos, ELE vai revelar às  Suas coisas aos pequeninos, AOS MENORES, AOS HUMILDES E MANSOS DE CORAÇÃO, pois só estes tem aquilo que o Senhor precisa em cada um de nós para aprender DELE: HUMILDADE!


Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos.

Mateus 11:25

A REJEIÇÃO DE SAUL, E A PERDA DA UNÇÃO - UM NOVO REI

Infelizmente o Rei Saul desobedecera ao Senhor, e o Espírito Dele se afastou de Saul, perdendo a presença e a unção divina sobre a vida dele.


Então disse o SENHOR a Samuel: Até quando terás dó de Saul, havendo-o eu rejeitado, para que não reine sobre Israel? Enche um chifre de azeite, e vem, enviar-te-ei a Jessé o belemita; porque dentre os seus filhos me tenho provido de um rei.

1 Samuel 16:1

AS CARACTERÍSTICAS DE UM ESCOLHIDO

O que nos chama a atenção é que o Senhor chamou a Davi, ESTANDO ELE A SERVIÇO DE SEU PAI, no campo cuidando das ovelhas; da mesma maneira que Saul estava A SERVIÇO DE SEU PAI buscando às jumentas perdidas. Davi, o sucessor "ERA"  O MENOR; Saul se considerava O MENOR.

Disse mais Samuel a Jessé: Acabaram-se os moços? E disse: Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda chamá-lo, porquanto não nos assentaremos até que ele venha aqui.

1 Samuel 16:11

O trabalho na obra do Pai cuidando dos seus bens, o afinco na tarefa, e a humildade são grandes requisitos na escolha de um ungido do Senhor:


Então Samuel tomou o chifre do azeite, e ungiu-o no meio de seus irmãos; e desde aquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi; então Samuel se levantou, e voltou a Ramá.
1 Samuel 16:13

PORQUE:
E o Espírito do Senhor se retirou de Saul, e atormentava-o um espírito mau da parte do Senhor.
1 Samuel 16:13,14
Foi-se a glória, e o maligno tomou conta.


SANSÃO O GANHO E A PERDA DA UNÇÃO

Um escolhido desde o ventre da sua mãe para ser consagrado (nazireu) ao Senhor; um juiz para livrar Israel das mãos dos filisteus.

A palavra do Senhor nos diz que quando Sansão agia com êxito era porque o ESPÍRITO DO SENHOR se apossava dele poderosamente, lhe trazendo uma força física descomunal, derrotando os inimigos de Israel.

Hoje a luta e a conquista não mais pela força, mas pelo SEU ESPÍRITO, diz o Senhor.

A luta não é contra o sangue, contra a carne, mas contra hostes infernais nos lugares celestiais.

A luta saiu do campo literal para o campo espiritual; e assim a busca é pelo Poder e a Autoridade vinda dos céus para expulsar os demônios e curar as enfermidades e libertar o povo do jugo do inimigo (filisteus).

Assim como a presença do Espírito Santo na vida dos discípulos do Senhor Jesus Cristo, lhes delegava virtude e poder (força espiritual) para curar os enfermos e vencer os demônios (inimigos do povo de Deus):


E, convocando os seus doze discípulos, deu-lhes virtude e poder sobre todos os demônios, para curarem enfermidades.
Lucas 9:1

Sansão desobedeceu ao Senhor, contou o seu segredo a Dalila, e ela o entregou aos filisteu:


Então ela o fez dormir sobre os seus joelhos, e chamou a um homem, e rapou-lhe as sete tranças do cabelo de sua cabeça; e começou a afligi-lo, e retirou-se dele a sua força.
Juízes 16:19

Todos já sabem o destino de Sansão; mas o que queremos dizer através dos testemunhos bíblicos é que a desobediência faz a presença do Senhor se retirar do desaventurado (a) transgressor, levando dele também a unção.

Não é necessário dizer que quando cantamos, pregamos ou até mesmo ensinamos em desobediência, mesmo que tenhamos uma voz linda, uma pregação eloquente, e/ou um ensino eficaz, somos como latas vazias, sem a presença de Deus, sem a operação Divina, e sem a unção dela.

Podemos até apelar para verbetes emocionalistas, sermos um excelente tribuno, nada disso substitui a Presença do Eterno Senhor dos céus e da terra, e do Seu Filho Amado.

No entanto, o Senhor nunca perde a Sua Oportunidade; Ele pode até operar ATRAVÉS DA SUA PALAVRA.


QUEM NÃO NASCER DE NOVO NÃO PODE VER O REINO DE DEUS

O novo nascimento implica em rejeitar às impurezas  que dantes fazia (nascer da água e do Espírito); ser TRANSFORMADO, lavado e remido pelo Sangue do nosso Senhor Jesus Cristo

Todo (a) aquele que é chamado por Deus, aceita o seu Filho Amado como único Senhor e Salvador; se arrepende dos seus pecados, os confessa E DEIXA, alcança misericórdia, tornando-se uma NOVA CRIATURA.

ÀS COISAS VELHAS JÁ PASSARAM, e tudo se faz novo; quem eu era, da forma em que vivia, ficou enterrado no passado quando não conhecia o Senhor Jesus Cristo, nem o plano de salvação do Pai para sua pessoa através do Filho.

Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,
Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.
Filipenses 3:13,14

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.
2 Coríntios 5:17

Sem a RENÚNCIA do EU para seguir e viver o Senhor Jesus Cristo, NÃO HÁ UMA CONVERSÃO verdadeira; o velho homem e a velha mulher ainda ESTÃO INSEPULTOS;  às coisas velhas ainda NÃO PASSARAM e tudo deixou de ser novo.

A linguagem dantes falada volta a tona; as novas línguas são retraídas, e a unção vai embora.

PORQUE:

O Senhor, nosso amado e bom Deus nos dá UMA OPORTUNIDADE, UM MINISTÉRIO; nos dá os dons uteis ao ministério; e nós começamos a crescer, a ter o nome na mídia, vem a VAIDADE, e com ela a desobediência a Palavra de Deus; e que nem Saul somos rejeitados por Deus.

A única saída é o RECONHECIMENTO DE QUE ESTAMOS ERRANDO; pedir perdão A DEUS, e retomar a carreira da fé, para que a GLÓRIA DA SEGUNDA CASA SEJA MAIOR DO QUE A PRIMEIRA.





sábado, 30 de setembro de 2017

"COBIÇA" - O MAL DO SÉCULO DO MUNDO DE ENTÃO



Há palavras as quais às lemos sem às mastigarmos para tirar delas a sua essência, o seu conteúdo.

A digestão se torna quase que inócua, o seu efeito passa desapercebido, sem o devido proveito no teor pela qual foi concebida.

Se não a remoermos na nossa mente, o nosso organismo espiritual não recebe o alimento puro descido dos céus; fica empobrecido, sem crescimento algum, SUJEITO AO VENTO DE DOUTRINAS VÁRIAS.

Todo remédio PRESCRITO PELA PALAVRA DE DEUS, e delineado na bula dos céus, sem o seu devido entendimento e obediência, não irá LIBERTAR,  curar, fortalecer, e nem levar a salvação da alma.

A COBIÇA é uma das palavras indigestas, raramente proferida, pois age em uma área que mexe profundamente nas raposinhas de estimação, às quais irão destruir a vinha da salvação SE NÃO FOR IMPEDIDA a sua atuação.

O NÃO COBIÇARÁS é um apêndice  ESTRATÉGICO MORAL inserido POR DEUS nos mandamentos do decálogo; pois a cobiça  quando gerada produz frutos de condenação.

São assim as veredas de TODO AQUELE QUE USA DE COBIÇA: ELA PÕE A PERDER A ALMA DOS QUE A POSSUEM.
Provérbios 1:19

Bem-aventurado o homem que sofre a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam.
Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta.
Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência (COBIÇA).
Depois, havendo a concupiscência (COBIÇA) concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.
Não erreis, meus amados irmãos.
Tiago 1:12-16 

PORQUE: Na bula está escrito, que se a carne não for tratada, o espírito e a alma morre sem salvação, pois:

Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.
Porque A CARNE COBIÇA CONTRA O ESPÍRITO, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis.
Gálatas 5:16,17

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.
Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.
Romanos 8:1,2

O QUE É A COBIÇA?

I. COBIÇA - NÃO COBIÇARÁS

Significado. O verbo hebraico hamad indica O ATO DE DESEJAR AQUILO QUE É GERADO PELA EMOÇÃO, que COMEÇA PELA IMPRESSÃO VISUAL pela coisa ou PESSOA DESEJADA. Tudo isso se resume a “desejar, tentar adquirir, almejar, cobiçar”. O termo é usado para ENCONTRAR PRAZER (Is 1.29; 53.2). Hamad aparece duas vezes aqui no décimo mandamento (Êx 20.17). A Septuaginta traduz pelo verbo epithymeo, literalmente, FIXAR DESEJO SOBRE; de epi, “sobre”, e thymos, “paixão, ira”. O termo em ambas as línguas pode se referir a coisa boa ou coisa má, dependendo do contexto (Mt 5.28; 13.17).
Cobiçar. Desejar o que pertence a outro é o pecado que o décimo mandamento condena. O Novo Testamento menciona esse último mandamento do Decálogo (Rm 7.7; 13.9). Trata-se de cobiçar a casa do outro, A MULHER DO PRÓXIMO, e em seguida o mandamento inclui servo e serva, boi e jumento, e termina com as palavras “nem coisa alguma do teu próximo”. A COBIÇA É O DESEJO EXCESSIVO DE POSSUIR AQUILO QUE PERTENCE AO OUTRO. A descrição deixa claro que não se trata de simplesmente almejar uma casa ou um boi, mas de desejos incontroláveis de possuir a casa e o boi que já tem dono, e isso POR MEIO ILÍCITO (At 20.33; 1Co 10.6; Tg 4.2). É o mesmo que roubar (Mq 2.2).

II. A COBIÇA
cobiça
substantivo feminino
desejo ardente de possuir ou conseguir alguma coisa.
desejo imoderado de bens, riquezas ou honras; ambição, avidez, concupiscência.

A CADEIA ALIMENTAR DA COBIÇA

Toda ação gera uma reação; TUDO QUE SE ALIMENTA É O QUE CRESCE!


A COBIÇA uma vez alimentada gera (CRESCE) a concupiscência dando luz ao pecado.

O pecado uma VEZ CONSUMADO gera (produz) a morte; porque este É O SEU SALÁRIO (Romanos 6.23).


O FOMENTO (FERMENTO) DA COBIÇA

A palavra de Deus nos AFIRMA que: "Um pouco de fermento leveda (incha, aumenta, altera) toda a massa; (Gálatas 5.9); e quando a massa (corpo) é fomentada para PROVOCAR A COBIÇA?

Não seria isto hipocrisia dizer que isto é uma inverdade? - uma falsidade querer esconder o que aos olhos do Senhor nosso já leu em nosso coração?- negar que a lascívia, um laço do diabo já está estabelecida? - que a sensualidade JÁ ESTÁ estampada A OLHOS VISTOS como INSTRUMENTO DE TENTAÇÃO provocando A NATUREZA DA CARNE?

Os falsos ensinos, OS FALSOS MESTRES não estariam seriamente comprometidos, com os olhos cheios de adultério, fornicações e outros?

Nós como ensinadores cristãos temos que admitir que estamos sendo relapsos, indiferentes, AMACIANTES DE EGO, comprometidos com agendas, distantes do Senhor nosso Deus QUE É SANTO  (Ezequiel 3).

É das NOSSAS MÃOS que será cobrado pelo Senhor a nossa incompetência!

Se não nos voltarmos para realidade DA PALAVRA DE DEUS estaremos sendo os responsáveis diretos pela condenação de uma geração inteira.


Falar a verdade, mostrar a verdade, pregar a verdade é o que salva.

Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.
Não são do mundo, como eu do mundo não sou.
Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.
João 17:15-17


AS MULTIFORMES DA COBIÇA

Há vários ângulos em que a cobiça é aplicada; e em todos eles o produto gerado é sempre digno de admoestação e condenação:

O amor ao dinheiro, a cobiça pelo dinheiro gera o materialismo, a ganância, a avareza e o desvio da fé:

Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores.
1 Timóteo 6:10

Cobiçar  aquilo que os outros tem gera a inveja, os ciumes, as pelejas:
Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.
Êxodo 20:17

A cobiça a mulher do próximo, do homem da próxima é o tema que mais tem incidência nos tempos dos últimos dias.

Há uma perda acentuada dos valores morais, em que as fronteiras, os limites de propriedade alheia não são mais respeitados por ambos os lados.

É como se as leis que regram a boa convivência tivessem perdido o seu efeito; e o juiz que às aplica não julgaria mais as causas, e nem condenaria os transgressores dela.

Há uma indiferença do tanto faz ou do tanto fez; o que importa é viver-se o hoje com toda a intensidade que os deleites da carne possa nos oferecer.

Vive-se como se não existisse um outro amanhã; uma nova vida no Senhor Jesus Cristo, e NELE uma nova história.

Até quando estaremos entorpecidos com um FALSO EVANGELHO de que Deus só quer o meu coração, e que o meu corpo que É O TEMPLO DO ESPIRITO SANTO é pra ser apreciado, desejado, COBIÇADO?

Desde quando a humildade foi superada pela vaidade para provocar-se a cobiça?

A SANTIDADE exigida por Deus PARA A GLORIFICAÇÃO no sede vós SANTOS porque EU, o vosso DEUS SOU SANTO, aonde fica?

AINDA É TEMPO de nos colocarmos aos pés do Senhor Jesus Cristo, pedir perdão pelas nossas vaidades; e retomar o caminho da fé, sendo humilde e manso de coração para ser discípulos DELE.


A PORTA DE ENTRADA

O Rei Davi VIU Bate-Seba banhando-se na sua casa a descoberta, ficou ao alcance do OLHAR dele, gerando o desejo, a cobiça de ter com ela; Bate-Seba se fez cobiça para ser cobiçada por Davi.

O grau de culpa do rei Davi o Escriturado Bíblico nos revela; mas até aonde vai o grau de culpabilidade de Bate Seba não sabemos; mas esta foi no mínimo descuidada, desapercebida, e ou até mesmo mal intencionada?

A palavra de Deus em muitos dos casos resume este DESEJO ARDENTE, um deleite da carne, como concupiscência dos olhos; em algo que ENTRA através dos OLHOS.

A atração de Davi foi gerada pela visão sensual do CORPO de Bate-Seba, onde ESTE foi o agente PROVOCADOR de todo o caso divulgado no Livro de II Samuel 11.


A CONCUPISCÊNCIA DOS OLHOS

A passarela dos OLHOS é uma vitrine farta e florescente para DESPERTAR A COBIÇA; enganamo-nos quando pensamos que o aparte daquilo que não agrada a Deus é só quando estamos nos cultos nas igrejas, e que nas ruas e nos demais lugares deixamos de sermos o templo do Espirito Santo.

Tudo aquilo que pertence ao mundo e que não agrada a Deus, do mundo O É; uma fonte não pode conter duas águas, e nós não devemos servir a dois senhores:

Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.
1 João 2:16

A GUERRA
De onde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam?
Cobiçais, e nada tendes; matais, e sois invejosos, e nada podeis alcançar; combateis e guerreais, e nada tendes, porque não pedis.
Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites.
Tiago 4:1-3

Há uma luta ferrenha da carne contra o ESPÍRITO SANTO agindo no nosso espírito; ELE tenta nos convencer do pecado, mas os nossos deleites sufocam a PALAVRA, esvaziando-nos da presença de Deus quando damos razão e vazão a cobiça da carne.


SE FAZER COBIÇA PARA SER COBIÇADO (A):

O que não se fala, e nem sequer se cogita é a questão daquele ou daquela que se faz cobiça para ser cobiçado (a), como se sobre esta pessoa NÃO INCIDISSE TRANSGRESSÃO ALGUMA. Só o que cobiçou que é o carnal transgressor.


O DESEJO DE SER COBIÇADO (A) dentro da cobiça; é o desejo ardente de ser laranja de amostra, DE SER O FRUTO PROIBIDO na geração do pecado, da desobediência,  que nos leva a pecar contra Deus, contra o nosso próximo.

Há uma falsa premissa que só o que deseja ardentemente o que é de outros, o qual seria o pecador, e aquilo que gera *LASCÍVIA, espraiado na SENSUALIDADE não é pecado.

* Ver sobre Lascívia no link abaixo:


Tal pensamento é o assassinato prematuro do PUDOR, da HUMILDADE, da simplicidade que nos LEVA através de um CORAÇÃO PURO A SANTIDADE.

O é preciso que ELE CRESÇA, e que EU DIMINUA perde o seu valor, perde a sua essência; pois para aprender com o Senhor Jesus Cristo a diminuir só sendo HUMILDE e manso de coração.


A CONDENAÇÃO FINAL DA COBIÇA NO DESFILE DA VAIDADE (METÁFORA)

Em uma figura de linguagem, o Senhor nosso Deus mostra o povo de Israel, na velha Jerusalém  se corrompendo, COM OLHARES IMPUDENTES, LASCIVOS, TILINTANDO OS PÉS, se prostituindo, para ser de outro.

Quando queremos sermos formosos aos nossos olhos, lindos, deslumbrantes, nos vestimos do ego e nos despimos da humildade; o manto que nos encobre tem o brilho da vaidade.

O que começa por uma simples e mera condição de sermos atraentes, pode terminar na mais pura realidade do desprezo eterno, sem meios termos, e sem rodeios na PALAVRA DA VERDADE.

Diz ainda mais o Senhor: Porquanto as filhas de Sião se exaltam, e andam com o pescoço erguido, lançando olhares impudentes; e quando andam, caminham afetadamente, fazendo um tilintar com os seus pés;
Portanto o Senhor fará tinhoso o alto da cabeça das filhas de Sião, e o Senhor porá a descoberto a sua nudez,
Naquele dia tirará o Senhor os ornamentos dos pés, e as toucas, e adornos em forma de lua,
Os pendentes, e os braceletes, as estolas,
Os gorros, e os ornamentos das pernas, e os cintos e as caixinhas de perfumes, e os brincos,
Os anéis, e as jóias do nariz,
OS VESTIDOS de festa, e os mantos, e os xales, e as bolsas.
Os espelhos, e o linho finíssimo, e os turbantes, e os véus.
E será que em lugar de perfume haverá mau cheiro; e por cinto uma corda; e em lugar de encrespadura de cabelos, calvície; e em lugar de veste luxuosa, pano de saco; e queimadura em lugar de formosura.
Isaías 3:16-24

NÃO DESPERTANDO MAIS A COBIÇA

A COBIÇA não foi coibida na boca dos ditos radicais, intransigentes e moralistas; mas o Senhor nosso Deus a coibiu NO JARDIM DO ÉDEN.


Aquilo que chamava a atenção nos corpos de Adão e Eva, que os atraia pelas SUAS DIFERENÇAS, despertando a cobiça, O SENHOR NOSSO DEUS OS ESCONDEU atrás das vestes PUDICAS, com o primeiro sacrifício de animais que se tem notícias, para os cobrir e encobrir a sensualidade.

E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.
Gênesis 3:16
E fez o Senhor Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, E OS VESTIU.
Gênesis 3:21
TÚNICAS: Vestes LONGAS, adaptadas ao corpo do homem e da mulher para COBRIR AS DIFERENÇAS.

O QUE O SENHOR NOS DIZ  SOBRE O TEMA ATRAVÉS DO  APÓSTOLO PEDRO
Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos; para que também, se alguns não obedecem à palavra, pelo porte de suas mulheres sejam ganhos sem palavra;
CONSIDERANDO a vossa vida casta, em temor.
O ENFEITE DELAS NÃO SEJA O EXTERIOR, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos VESTIDOS;
Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um ESPÍRITO MANSO e quieto, que é precioso diante de Deus.
Porque assim se adornavam também antigamente as santas mulheres que esperavam em Deus, e estavam sujeitas aos seus próprios maridos;
1 Pedro 3:1-5
O QUE O SENHOR NOS DIZ  SOBRE O TEMA ATRAVÉS DO  APÓSTOLO PAULO

Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou VESTIDOS preciosos,
Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.
1 Timóteo 2:9,10

Salvar-se-á, porém, dando à luz filhos, se permanecer com modéstia na fé, no amor e na santificação.
1 Timóteo 2:15

Não conseguimos entender como um texto tão claro  (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus), o qual é de CONVENIÊNCIA DIVINA as mulheres que FAZEM PROFISSÃO DE SERVIR ao Senhor, se vestirem com traje honesto, com pudor e modéstia, possa ser TÃO DESVIRTUADO ao ponto DAS IDEOLOGIAS HUMANAS escandalosamente virem a depreciar a verdadeira e honesta Teologia Bíblica?

A palavra do Senhor tem um só perfil; ela não NÃO DÁ LUGAR para DÚBIAS interpretações, onde todo o CAMINHO DA PALAVRA DO SENHOR é para encaminhar-nos PARA SANTIFICAÇÃO, e com ELA a GLORIFICAÇÃO.


Porquanto A GLÓRIA da segunda casa em humildade e santificação será maior do que a primeira.

CONSELHOS: