sábado, 21 de abril de 2018

OBSESSÃO - A CÓPIA

Figura ilustrativa de Obsessão,
as muitas mãos da moda.

Ao seu autor sejam dados todos os méritos

Ser ou não ser eis a questão!

Obsessão:

substantivo feminino
1.
ant. suposta apresentação repetida do demônio ao espírito.
2.
apego exagerado a um sentimento ou a uma ideia desarrazoada.

A janela interativa das MUITAS MÃOS DA MODA utiliza-se sabiamente da engenharia da posse.

Ela sabe que na natureza humana existe um sentimento enraizado na alma chamado ego:


Significado de Ego
substantivo masculino
Parte central ou nuclear da personalidade de uma pessoa.
[Psicanálise] Segundo Freud, a personalidade que, no âmbito psíquico, influencia o comportamento de alguém, partindo de suas próprias experiências e controlando suas vontades e impulsos.
Conceito que alguém tem acerca de si mesmo.
[Figurado] Excesso de consideração, de adoração por; apreço exagerado por si mesmo.

O Excesso de consideraçãode adoração por; apreço exagerado por si mesmo;  isto é o que a palavra do Senhor chama de amantes de si mesmo:

Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos.
Porque haverá homens amantes de si mesmos, (...).
2 Timóteo 3:1,2

Figura ilustrativa
todos os méritos ao seu autor
Em outras palavras é o estigma do espelho refletindo a imagem de Narciso ou narcisismo:

narcisismo
substantivo masculino
psicn amor pela própria imagem.

Esta engenharia da moda sabe que existe ao natural uma competição interna feminina de querer ver o modelo de alguém e produzir-se (copiar), EXPOR-SE, ser melhor que ele (a).

Conquanto, segundo a tendência destes figurinistas engenha-se a moda.

Figura ilustrativa
todos os méritos ao seu autor
O corpo é o figurino a ser mostrado; e nele a embalagem que irá chamar a atenção na vitrine dos olhos.
Figura ilustrativa
todos os méritos ao seu autor

A principal parte do corpo ao qual se quer produzir desejos, e com isso propagar os seus instintos, porque nela está a arte de sedução ao alvo proposto.

Há um ditado popular de que a propaganda é a alma do negócio; assim a embalagem propagada obtém o seu êxito de provocar o desejo de ter e ser, de instituir a competição, e assim ser cobiça para o cobiçador.

Não é por por pouco que os tempos de Sodoma e Gomorra (sodomia) é uma realidade bem representada também no meio evangélico, como descrevemos há um algum tempo atrás no site abaixo:


Figura ilustrativa
todos os méritos ao seu autor
Se o leitor quiser ter maiores detalhes daquilo que acima é descrito, click no link acima.


Figura ilustrativa
todos os méritos ao seu autor

UMA QUESTÃO:

Será que sendo eu adepto de tais modas não ESTOU com isso aplicando A ARTE DA SEDUÇÃO NA DOUTRINA DE BALAÃO; poderei ser servo do Senhor Jesus Cristo? - NUNCA!


O ardil ensinado a Balaque por Balaão foi embasado na arte da sedução, onde o belo despertou o desejo de possuir o objeto visualizado. Nada mais neste mundo, segundo a carne, pode despertar este desejo do que a beleza física nos seus adornos e predicados na vitrine dos olhos. 

RESUMO: "Mandai ao seu acampamento as mais belas; bem adornadas, ordenai-lhes que nada se esqueçam para suscitar amor aos mais jovens e aos mais corajosos dentre eles.
Do Livro de Flávio Josefo - " A HISTÓRIA DOS HEBREUS". 

Despertar o desejo através da beleza e dos adornos utilizados, mais a ordem que "NADA SE ESQUEÇAM *(valia tudo, até a mais alta sedução que é a prostituição) PARA SUSCITAR AMOR", foi uma arma letal, tendo como o alvo a concupiscência dos olhos para lhes suscitar o amor carnal nas volúpias da paixão.

Nem os mais corajosos dentre o povo de Deus pode suportar a grande tentação promovida pela astúcia de coração na arte da sedução.

Você sabia que este ardil de Balaão ensinado a Balaque surtiu efeito e suscitou a rebeldia no povo israelita:


Como bem se tem visto, lido e ouvido que a reclamatória nos dias de hoje são semelhantes a de Zinri em sua rebeldia no Livro de Josefo:
Por mim, quero que saibais que não mais obedecerei aos vossos tirânicos mandamentos, porque bem vejo que sob os vossos pretextos de piedade e de nos dar leis da parte de Deus usurpastes o governo por meios de artifícios e nos reduzistes à escravidão, proibindo-nos prazeres e tirando-nos *a liberdade que todos os homens nascidos livres devem ter. 

E povo de Israel caiu diante de Deus porque  FOI ATRÁS DE UMA *FALSA LIBERDADEdeu ocasião a carne:


Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor.
Gálatas 5:13


A HISTÓRIA BÍBLICA DO FATO:
E Israel deteve-se em Sitim e o povo começou a prostituir-se com as filhas dos moabitas.
Elas convidaram o povo aos sacrifícios dos seus deuses; e o povo comeu, e inclinou-se aos seus deuses.
Números 25:1,2

O TRISTE FIM DO REBELADO LIDER ZIMRI E DOS SEUS SEGUIDORES


E o nome do israelita, que foi morto com a midianita, era Zimri, filho de Salu, príncipe da casa paterna dos simeonitas.
E o nome da mulher midianita morta era Cosbi, filha de Zur, cabeça do povo da casa paterna entre os midianitas.
Falou mais o Senhor a Moisés, dizendo:
Afligireis os midianitas e os ferireis,
Porque eles vos afligiram a vós com os seus enganos com que vos enganaram no caso de Peor, e no caso de Cosbi, filha do príncipe dos midianitas, irmã deles, que foi morta no dia da praga no caso de Peor.
Números 25:14-18 

O TRISTE FIM DO DANTES PROFETA E POR FIM ADIVINHO BALAÃO:

Também os filhos de Israel mataram à espada a Balaão, filho de Beor, o adivinho, com os outros que por eles foram mortos.
Josué 13:22

AONDE ENCAIXA-SE A SANTIDADE AO SENHOR NESTE MODELO DO MUNDO ensinado por BALAÃO?

CONCLUSÃO:

A palavra do Senhor, expressão pura da Sua VONTADE nos diz que devemos sermos humildes e mansos de coração (adquirir santidade) para encontrarmos descanso para as nossas almas, NÃO SÓ NESTA VIDA, MAS ETERNAMENTE.

NOS DIZ QUE:

Somente deveis portar-vos dignamente conforme o evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos veja, quer esteja ausente, ouça acerca de vós que estais num mesmo espírito, combatendo juntamente com o mesmo ânimo pela fé do evangelho.

Filipenses 1:27

HÁ UM MODELO (portar-vos dignamente conforme o evangelho de Cristo) PRÉ ESTABELECIDO POR DEUS ONDE A CARNE NÃO PODE APARECER E NEM AS MANCHAS DELA (MARCAS).

E salvai alguns com temor, arrebatando-os do fogo, odiando até a túnica (veste) manchada (marcada) da carne.
Judas 1.23

O VERDADEIRO MODELO CRISTÃO:
Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos,
Mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.
1 Timóteo 2:9,10

O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos vestidos;
Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus.
Porque assim se adornavam também antigamente as santas mulheres que esperavam em Deus, e estavam sujeitas aos seus próprios maridos;
1 Pedro 3:3

Assim como nos vem para que escrevamos para o povo de Deus, assim o escrevemos.

Porque o inimigo de nossas almas com sagacidade sabe trabalhar no silêncio ao longo do tempo; a moda (obsessão de ser e ter) e as concupiscências (sedução) dela nos tira a unção e a presença do Senhor nosso Deus:


Em todo o tempo sejam alvas as tuas roupas, e nunca falte o óleo (unção) sobre a tua cabeça.
Eclesiastes 9:8

Observação: Roupas alvas, limpas da presença da carne; roupas para cobrir a carne, não para mostrá-la. As manchas (manchadas) da carne (marcas) suscitam (aludem) às concupiscências, ao pecado.

Esperamos que tenhamos contribuído com algo  de edificação.

terça-feira, 17 de abril de 2018

IGREJAS PENTECOSTAIS DE RENOME COMEÇAM A REAGIR AOS MALEFÍCIOS MATERIALISTA DO NEOLOGISMO DE ALÉM MAR

Figura Ilustrativa.
Ao seu autor sejam dados todos os méritos.
Alguns pacientes que estavam na UTI da existência espiritual começam a dar sinais de vida, e a reagir aos sintomas mortais da febre provinda de além mar (EUA).

Um novo (neo) evangelho (a partir de 1970) foi a gripe que encubou no Brasil; como rastilho de pólvora foi detonando os PILARES BÍBLICOS  de velhos ministérios, colocando a dúvida, promovendo a DIVISÃO.

O materialismo corria (e) lado a lado com a espiritualidade, como um sinal de quem semeasse para os SEUS FINS além do dízimo, e ofertas VOLUNTÁRIAS, estaria muito a frente dos "desafortunados" crentes pentecostais e outros, colhendo de 100 a 1000 vezes mais (Teologia da Prosperidade, MATERIALISMO).

Sua saúde não sofreria reveses; e quem houvesse incorrido em tais coisas era porque não estava cumprindo com a palavra professada no seu manual (Positivismo). Conheceu-se neste ínterim um caso de alguém que era influente no seu meio que teve que esconder os seus reveses familiares para não ser achado em desacordo com as suas regras básicas as quais professavam.

Neste modelo infringia-se ao Senhor nosso amado e bom Deus a obrigação de atender às suas necessidades, conforme a sua vontade (Determinismo). Inverteu-se os papéis onde a criatura aludia ser maior do que o SEU CRIADOR.

Para tais "prosperidades" e amealhar seguidores barateando o preço e aliviando a cruz era preciso tirar o foco da SANTIDADE AO SENHOR, explorar a vaidade, dando a premissas E ASAS a uma FALSA LIBERDADE.

A Carta do Apóstolo Paulo aos Gálatas, no capítulo 5.1 era alardeada como estandarte de uma nova fé, em um novo tempo em que "às prisões" estavam sendo abertas aos arcaicos signatários de uma agora (naqueles dias) "combalida" fé:

Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão.
Gálatas 5:1

No entanto, o contexto referido pelo Apóstolo Paulo era quanto e contra aos defensores da circuncisão, NÃO para oferecer liberdades as quais fossem contrárias ao nascer da água e do Espírito:

Eis que eu, Paulo, vos digo que, se vos deixardes circuncidar, Cristo de nada vos aproveitará.
Gálatas 5:2
O texto fora do seu contexto foi amealhado (comercializado) como chave para abertura das prisões da carne, alforriando os escravos dela.

A mortificação da carne e a sua crucificação a partir de então foi absolvida, diluída e ab-rogada.

Tinha um porém: o que fazer com o texto e contexto de Gálatas 5.13?

Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor.
Gálatas 5:13

Porque: Este texto por si só derrubaria todo investimento deste malfadado plano.

Mas, se isso não fosse por si só suficiente, pois muitos corações duros, mentes entenebrecidas pelos arroubos dos deleites da carne, haveria ainda um outro porém a ser dissolvido:

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.
Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.
Romanos 8:1,2

É óbvio que no Senhor Jesus Cristo (estando com ELE) tudo posso, mas nem tudo me convém; pois a LIBERDADE QUE TEMOS NELE É ESPIRITUAL, e nunca para vivermos segundo a carne, a qual se vivermos SEGUNDO ÀS SAGRADAS ESCRITURAS já estamos condenados.

SER PEREGRINO NA TERRA:

SER PEREGRINO NA TERRA (SEPARADO) foi uma condição tornada em desuso; banida dos púlpitos, PORQUE, para tal intento a INTEGRAÇÃO COM O MUNDO estaria bem ao gosto do freguês e ainda encheria a casa.

Os verbos SEPARADO E INTEGRADOS são antagônicos (contrários); não se pode conjugar como SE FOSSEM sinônimos juntos para um mesmo fim (SALVAÇÃO).

Porque: o ser PEREGRINO, o qual não pertence a este mundo não pode estar INTEGRADO com ás coisas deste mundo.

Ademais, a separação do MUNDO nos leva a SANTIFICAÇÃO, mas a INTEGRAÇÃO  com o MUNDO nos conduz AO PECADO bem concatenado como frutos da carne (Gálatas 5. 19-21)

Vivemos no mundo, mas do mundo não somos, como do mundo ELE não é; Porquanto, o Senhor Jesus intercedeu por nós ao dizer: "Pai, não quero que os tire do mundo, mas OS livre do mal (dele, João 17).


 A MISTURA:

A INTEGRAÇÃO dos diferentes tipos de fé é um amalgama, uma mistura para levar a um todo (Samaritanos), criando com isso o SINCRETISMO RELIGIOSO (fusão dos diferentes tipos de cultos),  prefácio  requerido para o governo do Anti-Cristo.

OS ALERTAS DESTE SITE:

Ao longo dos anos não poupamos esforços, assim como inúmeras outras pessoas não pouparam para dizer que tal ciência (Ciência Cristã) nos modelos dos seus criadores ia levar o povo de Deus a uma inquestionável derrota (condenação).

Transcreveremos aqui um informe global do Wikipédia:

A DOUTRINA
De acordo com o Dictionary Of Pentecostal And Charismatic Movements ("Dicionário dos Movimentos Pentecostal e Carismático"), "Confissão positiva é um título alternativo para a teologia da fórmula da fé , também conhecido como fé ou doutrina da prosperidade promulgada por televangelistas contemporâneos, sob a liderança e a inspiração de Essek William Kenyon. A expressão "confissão positiva" pode ser legitimamente interpretada de várias maneiras. O mais significativo de tudo é que a expressão "confissão positiva" se refere literalmente a trazer à existência o que declaramos com nossa boca, uma vez que a fé é uma confissão.
De acordo com Paulo Romeiro, em seu livro "Super Crentes, o Evangelho segundo Kenneth Hagin, Valnice Milhomens e os Profetas da Prosperidade ", é a corrente doutrinária que ensina que uma vida medíocre do cristão é um indício de falta de fé. Então um cristão deve ter a marca da plena fé, ser bem-sucedido, ter saúde plena física, emocional e espiritual, além de buscar a prosperidade material. A pobreza e a doença derivariam de maldições, fracassos, vida de pecado ou incredulidade.
A antropologia e a sociologia da religião apontam que no Brasil, nos Estados Unidos e em países africanos, os neopentecostais surgiram do sincretismo entre as religiões cristãs evangélicas e as religiões africanas, como o candomblé 6][7][8]. As religiões cristãs, por possuir um maior valor social e etnocêntrico, foram utilizada para englobar antigos rituais místicos e mágicos das religiões africanas [9][10], a exemplo disso temos o movimento pentecostal fundado pelo pastor afro-americano William Seymour, bem como a Umbanda e as igrejas neopentecostais no Brasil.
Outros ensinamentos comuns em igrejas neopentecostais herdados das religiões africanas são: a batalha espiritual (confronto espiritual direto com os demônios), maldições hereditárias, possessão de crentes (domínio demoníaco sobre as pessoas, resultando em doenças ou fracasso), etc. Justamente a ênfase que as denominações neopentecostais dão a esses ensinos que as levam a ser bastante criticadas pelas demais denominações protestantes. Segundo os críticos, o sucesso do movimento teria seu fundamento na pulverização teológica promovida por Mary Baker Eddy e, depois, por Essek William Kenyon ao misturar o gnosticismo das religiões metafísicas com o cristianismo pentecostal. 

Observação: Não concordamos com o texto envolvendo o Pr William Seymour (pentecostal) o qual acreditamos estar mal formulado. E de maneira nenhuma estamos aqui para combater a fé professada em A, B, ou C; ao contrário respeitamos a todos sem exceção.

Outrossim: é o artigo contundente no Jornal Mensageiro da Paz, que tem a assinatura do Pr Claudionor de Andrade alertando que a IGREJA TINHA QUE VOLTAR A SER IGREJA, pois embarcara em algo que não pertencia aos encargos dela, tirando o seu efeito, fugindo da palavra, tomando os rumos do seu ocaso.

Em DIVERSOS ARTIGOS, por inúmeros temas, em que todos estavam atrelados e contrários a esta "Nova Doutrina Materialista" nos expomos a sermos ridicularizados, taxados de quadrados, e até de radicais (oriundos das velhas raízes) por defendermos que se nós, do nosso credo o aceitássemos estaríamos no mesmo caminho da igreja de Sardes.


Eis aqui alguns artigos:














A DIVISÃO:

Seria desnecessário comentar, mas como lembrete, e até como separador de águas, que esta nova ideologia dividiu as igrejas conservadoras na Palavra de Deus, a porta que era estreita foi alargada, e a debandada dos que JÁ TINHAM esse desejo no coração, mas eram contidos pela maioria, alçaram as asas e foram acolherem-se neste novo ninho.

As ovelhas que tinham o seu pastor, águas tranquilas, e um conhecido pasto, com uma nova e reluzente pastagem bem ao lado, não tiveram dúvidas pularam a cerca e foram para o novo redil.

Hoje, com o passar do tempo os ocasos foram se acumulando, e a consciência de algo não condizia com a Vontade do Senhor nosso Deus, estão aos poucos foram CAINDO EM SI, voltando para o antigo aprisco.


O RECONHECIMENTO PELOS SEUS FOMENTADORES DE QUE A TEOLOGIA DA PROSPERIDADE FOI LONGE DEMAIS.

Com o materialismo veio a vaidade, e com ela a permissividade NAS MANIFESTAÇÕES DA CARNE; os altares se encheram de ego, o brilho do mundo entrou em grande pompa, e o ufanismo tomou o lugar de honra do Supremo Senhor dos céus e da terra, do qual ELE MESMO PREDICOU:

Um altar de terra me farás, e sobre ele sacrificarás os teus holocaustos, e as tuas ofertas pacíficas, as tuas ovelhas, e as tuas vacas; em todo o lugar, onde eu fizer celebrar a memória do meu nome, virei a ti e te abençoarei.
E se me fizeres um altar de pedras, não o farás de pedras lavradas; se sobre ele levantares o teu buril, profaná-lo-ás.
Também não subirás ao meu altar por degraus, para que a tua nudez não seja descoberta diante deles.
Êxodo 20:24-26

Com esta nefasta condição os altares outrora conservadores, zelosos em santificação, tornaram-se frequentados por carnalidades, adultérios, traições, fornicações, separações e outros. Isto é uma realidade que não se pode contestar, pois os números, os escândalos estão ai A PIPOCAR que nem se pode citar.

O presente e o futuro da igreja (em todo o mundo) ficou seriamente abalado, pois a adolescência, a juventude com diversos casos REGISTRADOS caíram na permissividade do ficar, caindo fora da vontade de Deus no conservar a SUA PUREZA, até mesmo dentro da casa dos próprios pais.

No entanto, depois de TODO ESTE ESTRAGO NA OBRA DE DEUS, até que enfim começamos a nos conscientizar que caímos no canto da sereia, no engano das falsas liberdades, e ainda que lentamente começamos a nos recuperar.

Os próprios fomentadores da Teologia da Prosperidade (materialismo) reconhecem que ela foi um erro, como vemos na matéria abaixo:





AGRADECIMENTOS:

Queremos em nome do Senhor agradecer a inúmeros pastores, principalmente os da Igreja Assembléia de Deus que estão pregando A VERDADE, não fantasiando, nem escondendo às mazelas, mas trazendo a realidade, pura, nua e crua que SEM UM EVANGELHO DE RENUNCIA, humildade, fraternidade (amor) nada seremos.

Agradecer aos corajosos que não se intimidam com as opressões, com as chacotas, com as rejeições, mas que estão firmes NA PALAVRA DE DEUS, a que permanece como sempre foi, e sempre será VIVA E EFICAZ.

O Senhor não tem compromisso com a minha palavra fora da DELE, mas com a SUA sempre terá.

Conclamamos a todos amigos, irmãos e até mesmo aqueles que nos viram os seus rostos a meditarem sobre tudo o que está em evidência, e se por uma desventura ainda estiverem neste mesmo prisma (pensamento) ainda é tempo de rever os seus feitos ENSEJANDO QUE A GLÓRIA DA SEGUNDA CASA  EM HUMILDADE SERÁ MAIOR DO QUE A PRIMEIRA EM VAIDADES.








quinta-feira, 12 de abril de 2018

PORQUE AS IGREJAS CONSERVADORAS ESTÃO CRESCENDO E AS LIBERAIS ESTÃO CAINDO

Em um artigo quase desapercebido em 2013 já nos preocupávamos com os rumos do pentecostalismo no mundo inteiro.

A igreja do passado era um contraste a olhos vistos com a do presente; um furacão surgido e propulsionado pela mola da Teologia da Prosperidade veio de uma forma avassaladora, deixando-nos como retrógrados, ultrapassados, não condizentes com às ultimas fórmulas milagrosas de um enriquecimento "cristianizado". 

Neste dia a porta foi aberta, e a cristandade tomou os ventos do neo-lismo; a debandada foi quase que geral daquilo que dantes acreditavam para soltar o cinto, e aliviar a cruz.

Afinal, negar a si mesmo se tornara tão pesado, que o fardo estava difícil de carregar; a beleza articulada (vaidades e permissividades) apropriou-se da humildade, e o evangelho simples de que o Senhor Jesus Cristo liberta, cura, batiza com Espírito Santo, transforma em uma nova criatura, e leva para eternidade, foi suplantado pela mídia nos megashow, nos eventos massivos gospel.

As novas doutrinas, as novidades de além mar chegaram como uma avalanche idealista no coração da juventude, arregimentando velhos e crianças.

A inovação produziu frutos midiáticos expressivos, mas não perenes; e aquilo que numa primeira vista exaltava o eu, deixando ELE no segundo plano era só mais um engodo de ocasião; o canto da sereia ecoa, mas não tem mais o pique apresentado.


UMA FÉ PARA O MEU GOSTO

Há tempos atrás viemos alertando o povo de Deus que as inovações eram uma armadilha perigosa para condenação de muitas almas.

Um artigo com uma fé para fé para o meu gosto foi dos marcos desta intensa batalha pela verdade bíblica no link abaixo:


UM GRITO DE SOCORRO PELA VIDA DA IGREJA FOI OUTRO POST:

Relatava a alto e bom som que a vida da igreja estava ladeira abaixo:



A PRINCIPAL CARATERÍSTICA DE UMA IGREJA VIVA É A PREOCUPAÇÃO COM A GLÓRIA DE CRISTO

O perfeitíssimo diagnóstico vem a acertar bem no alvo do porque um organismo que está sendo abastecido e em grande crescimento está definhando na UTI  da história da existência espiritual.

A igreja que tem como principal característica a preocupação com a glória de Cristo é a que está avivada espiritualmente,  muito embora seja um pequeno rebanho.

O contraste é com aquela que está preocupada com a glória do homem, muito embora seja a que mais cresce fisicamente é a que está moribunda e desprovida da glória divina.

Onde colocamos os nossos "eus" não negados acima da fórmula bíblica da humildade e da coletividade, damos lugar para vaidades nas suas individualidades. O Pai não opera avivadamente em um organismo que não está preocupado com a sua glória e não a com a glória Dele; onde o brilho não é o Seu, mas o com o brilho do mundo.

SINOPSE DO LIVRO
O número de crentes está aumentando, mas não podemos chamar este crescimento de avivamento.

A história dos avivamentos mostra que em alguns casos , a igreja até diminuiu de tamanho pela chegada poderosa do Espírito Santo. Pois a presença de Deus faz com que muitos se descubram equivocados no seio da igreja.

O DIAGNÓSTICO DO LIVRO
Antes que chegue a abundância de frutos, é necessário  considerar o tempo de cortar os ramos das plantas.

Que Deus nos traga o tempo da podadura espiritual a fim de que se defina "QUEM É QUEM" no Reino de Deus.

A partir dai os frutos serão maduros. Quando isto acontecer, teremos uma igreja realmente viva.

O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO?

O tempo foi passando, e os pontos, e as virgulas começaram a serem colocados nos seus devidos lugares; o pasto novo, viu-se que não era tão novo assim, e as ovelhas debandadas começaram a sentir a saudade da casa do pai.

O revés da liberalidade já começa a ser notado em muitos lugares, pois os frutos amargos dela produziram a libertinagem.

CONQUANTO, estamos transcrevendo com seus sites de origens alguns artigos relevantes a esta questão; bem como os seus porque's:

IGREJAS LIBERAIS ESTÃO MORRENDO, E AS CONSERVADORAS CRESCENDO


https://noticias.gospelprime.com.br/igrejas-liberais-morrendo-conservadoras-crescem/

Estudo mostra que crise teológica e moral resultou em fechamento de igrejas


As igrejas protestantes mais antigas estão em apuros. Um relatório de 2015, feito pelo Centro de Pesquisa Pew, mostra que essas congregações, que no passado eram a maioria no cenário cristão, estão diminuindo rapidamente nos Estados Unidos. Perdendo quase um milhão de membros por ano.

Com menos fiéis, diminuíram as entradas e com isso elas entraram em declínio. Dezenas de templos estão sendo fechados anualmente.

Um número reduzido de líderes denominacionais e pastores têm feito vários esforços para reverter essa tendência e voltar a atrair pessoas à igreja. Quase 20 anos atrás o bispo anglicano John Shelby Spong publicou o livro “Por Que o Cristianismo Precisa Mudar ou Morrer.”

Spong, um teólogo liberal, ensinava que só cresceriam as igrejas que abandonassem a interpretação literal da Bíblia e se adaptassem às transformações sociais. Isso incluiria, por exemplo, a aceitar o divórcio, o aborto e o casamento gay como “normais”. Ironicamente, o livro era apresentado como um “antídoto” para o declínio das grandes denominações evangélicas.

Segundo o The Washigton Post, esse tipo de teologia defendido por Spong ainda é popular, em especial nas mais tradicionais, como a Igreja Metodista Unida, a Igreja Evangélica Luterana, a Igreja Presbiteriana dos EUA (PCUSA) e a Igreja Episcopal.

Após duas décadas, os números mostram que essa MENTALIDADE LIBERAL não apenas foi incapaz de resolver o problema de declínio na frequência, mas em alguns casos DIVIDIU e ENFRAQUECEU as denominações.

Na Igreja Unida do Canadá, um levantamento recente mostra que 20% dos pastores afirmaram não crer no Deus descrito na Bíblia. Vinte e nove por cento acredita em Deus, mas não o vê como “sobrenatural”. Pouco mais de 2% disseram ver Deus como uma “força” e 15,6% percebem Deus como uma “metáfora”.

Entre os presbiterianos, por exemplo, surgiu a Evangelical Covenant of Presbyterians, que reúne hoje cerca de 300 IGREJAS SE CANSARAM da AGENDA LIBERAL da PCUSA.

Por outro lado, CONTINUAM COM TENDÊNCIA DE CRESCIMENTOS AS IGREJAS PENTECOSTAIS, e as que não negam a Bíblia como Palavra de Deus.

ENTRETANTO, AS IGREJAS ORTODOXAS:



A resposta normal por parte dos Cristãos liberais comuns é afirmar que a frequência às igrejas e e religiosidade está em declínio em todo o lugar, e não só nas denominações que abraçaram o homossexualismo. Mas esta desculpa deixa de lado as denominações conservadores como as Assembleias de Deus, que têm estado a crescer de modo consistente e rápido há mais de 40 anos.

Do jeito que as coisas andam em nossos dias, precisamos urgentemente nos libertar da teologia liberal

É espantoso o crescente número de livros (inclusive publicados por editoras evangélicas) que esboçam os ensinamentos deste tipo de teologia ou tecem comentários favoráveis. Embora esta teologia tenha nascido com os protestantes, hoje, porém, seus maiores expoentes são os católicos romanos.

católica encontramos grande quantidade de obras defendendo e/ou propagando a teologia liberal. E não é só isso. A forma com que alguns seminários e igrejas vêm se comprometendo com os ensinos desta teologia também é de impressionar.

A TEOLOGIA LIBERAL E AS SUAS IMPLICAÇÕES PARA A FÉ BÍBLICA:


A LIBERTAÇÃO DA TEOLOGIA LIBERAL não só é necessária como também é vital para a Igreja brasileira, ameaçada pelo secularismo e pelo LIBERALISMO TEOLÓGICO CORROSIVO.

Apesar das motivações iniciais dos modernistas, suas idéias, no entanto, representaram grave ameaça à ortodoxia, fato já comprovado pela história. O movimento gerou ensinamentos que dividiram quase todas as denominações históricas na primeira metade deste século. Ao menosprezar a importância da doutrina, o modernismo abriu a porta para o liberalismo teológico, o relativismo moral e a incredulidade descarada. Atualmente, a maioria dos evangélicos tende a compreender a palavra “modernismo” como uma negação completa da fé. Por isso, com facilidade esquecemos que o objetivo dos primeiros modernistas era apenas tornar a igreja mais “moderna”, mais unificada, mais relevante e mais aceitável em uma era caracterizada pela modernidade.


COMO ESCOLHER UMA IGREJA:


Há um crescimento significativo no número de fieis no meio evangélico, e esse aumento traz junto uma notoriedade nunca antes vista sobre os cristãos em nossos pais, “enquanto éramos uma maioria de católicos estava tudo na santa paz”. Mais com o despertar do protestantismo, surge uma gama enorme de problemas no meio evangélico.

Não é de hoje que temos que lidar com a acusação de que “pastor só está interessado no dinheiro dos fiéis”. “Esses crentes fazem lavagem cerebral no povo”. 

“A teologia da prosperidade é a nova onda de evangelismo”. Em 1º lugar eu devo dizer que não se deve julgar todo o povo evangélico por causa de Pastores televisivos. Em 2º Lugar dizer: Eles não representam a essência do Cristianismo. Em 3º Lugar, sou Pastor mais não comum a mesma sede por dinheiro, e status e poder de tais Pastores. 4º Embora esse evangelismo esteja na mídia ela não é a única forma de evangelismo.

O Brasil é grande demais: O povo cristão convive a centenas de ministérios diferentes, que vão de pequenas a grandes diferenças. Então não tem como colocar todos num mesmo cesto e dizer eis aqui os evangélicos do Brasil. 

Independente de qual seja a congregação o fiel tem sempre ou quase sempre o mesmo foco. Servir a Deus, e Jesus Cristo é o caminho que conduz a Cristo. Mais devido a tantas congregações eu terei aqui a ousadia de abrir os olhos daqueles que desejam servir a Cristo e somente a ele. Então vamos ao Título da matéria. Como escolher uma igreja evangélica para congregar?

Não basta dizer que é evangélica. Você precisa saber sobre o estatuto da igreja.

Algumas igrejas não deveriam ser consideradas evangélicas, pois no seu estatuto, diz que há um dono da igreja, ou seja, todo patrimônio de uma igreja na verdade é incorporado ao seu proprietário.

Ou seja, todas as suas ofertas e dízimos pertencem ao homem e não ao corpo de cristo. 

Se no estatuto rege a cláusula dizendo que no caso da dissolução da igreja, todos os bens passam a pertencer ao fulano de tal. Então sai desta igreja, pois igreja descente tem seu patrimônio doado em caso de dissolução.

O foco da Igreja deve ser Deus, e Jesus é o caminho. Igreja que prega bênçãos pessoais mais do que a graça de Deus, não tem fieis mais contribuintes.

Igreja que fala mais do capeta do que de Deus, diz fazer milagres mais não dá a Deus à autoria do mesmo, mais usurpa a gloria de Deus dizendo, veja este homem tem poder. Isso é anátema, saia fora.

Homem nenhum nasceu com poder ou privilégios especiais, mais Deus usa quem ele quer, quando ele quer, e da forma que ele escolher. Só ele é o autor do sobrenatural, e o vaso usado por ele deve fazer-se um servo e jamais cobrar qualquer coisa por uma graça.

Pastores chorões que pedem dinheiro sem parar, pastores que fazem do púlpito um palco para suas apresentações mirabolantes, Pastores teatrais, Pastores que não tem uma vida de santidade, esse tipo de pessoas não podem representar a essência do evangelho de Cristo por isso sai fora desta igreja.

Igrejas do Oba Oba, ou seja, são legalista demais ou rigorosas ao extremos, não representam a essência do Cristianismo. Veja estes dois versículos: (Mateus 5:28) –  Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. (as igrejas legalistas são liberais demais e Jesus corrige e disciplina). (João 8:36) –  Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. (as igrejas tidas como rigorosas ao extremo não dão liberdade de escolha para seus membros, Pastores se tornam ditadores, e Jesus nos libertou não para sermos escravos da religião, mais para segui-lo de coração).

(...).


Dízimo é obrigação, oferta é voluntária que você dá quando puder, como quiser e se assim desejar, igreja que constrange membro a dar ofertas, ou contribuir além do dízimo é anátema , saia fora essa igreja é na verdade um caça níquel de cristão.

Que Deus te abençoe e te dê discernimento para escolher.

Em Cristo.

Pastor Júlio Fonseca


Nem tudo o que reluz é ouro, e nem tudo que balança cai; assim nos diz um velho adágio popular; alertando-nos espiritualmente que os brilhos do mundo são passageiros, e que a nossa fé pode até balançar por doutrinas várias, mas não cair no encanto delas.

Esperamos que este artigo possa ter servido para que se esclareça muitas dúvidas a respeito de um só evangelho e uma só fé.