quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

COMBATENDO CONTRA DEUS

ATOS 5:38  E agora digo-vos: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque, se este conselho ou esta obra é de homens, se desfará,

39  Mas, se é de Deus, não podereis desfazê-la; para que não aconteça serdes também achados combatendo contra Deus.

O sumo sacerdote da seita dos Saduceus com inveja do que os apóstolos do Senhor Jesus Cristo estavam em nome Dele pregando o evangelho, ensinando e operando milagres; porquanto, mandou o capitão do templo prende-los e encerrá-los na prisão, procurando sufocar-lhes a palavra.

Um anjo do Senhor os soltou, e eles voltaram a pregar e ensinar no templo.

Ninguém pode prender o Espírito Santo do Senhor quando este escolhe homens e mulheres para pregar a SUA PALAVRA.

Podemos até cercear-lhes a presença, mas a palavra não está presa, e assim como Paulo e Silas em Atos 16 quando presos, oravam e louvavam ao Senhor , quando as bases dos alicerces da prisão foram abalados, e eles foram soltos, libertando o carcereiro e sua família das cadeias do maligno.

Muito embora temerosos quanto ao povo, o sumo sacerdote e capitão do templo não compreendendo os mistérios do Senhor, contra-atacaram,  prendendo novamente os apóstolos, os acusando perante o conselho dos anciãos.


No entanto, O mestre Gamaliel, homem prudente e querido por todos tomou a palavra no Conselho, pedindo que retirassem por ora os apóstolos, pois o que ele iria dizer sabiamente aos seus pares se perpetuaria  de geração em geração (Atos 5:34-39).

Os apóstolos foram soltos, não antes de serem açoitados e proibidos de pregar a palavra naquele lugar.

Hoje os tempos são outros, os açoites são verbais, e as portas para a palavra são fechadas; mas o Senhor abala os alicerces dos carceres e liberta os seus para que a Sua Obra continue, pois ela não pode parar.  

A OBRA DO SENHOR
Muitos se levantam dizendo ser alguém; em nome de alguém, mas se essa obra for de homens, ao seu tempo se desfará; porém, se for de Deus ninguém poderá desfazê-la.

O tempo passa; nós viemos e se vamos, mas a palavra do Senhor permanece fiel e verdadeira para todo o sempre.


"Se" nós formos os INFELIZES bases destes alicerces desta prisão para impedir a obra do Senhor, tristemente estaremos rotulados ao opróbrio do SUPREMO SENHOR DOS CÉUS E DA TERRA se não nos arrependermos de tal ato.

Ai de mim se me levantar contra a Obra do Senhor, e contra os seus ungidos pregadores do Santo Evangelho do nosso Senhor Jesus Cristo; tomara não ter nascido semelhante propósito, pois o preço que irei pagar será muito caro.

Assim nos veio, assim o escrevemos.


sábado, 12 de dezembro de 2015

O PREÇO DA HERDADE NA MENTIRA DE ANANIAS E SAFIRA


"Disse então Pedro: Ananias, por que encheu Satanás o teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo, e retivesses parte do preço da herdade?"  (Atos 5 : 3)


A MÁ FÉ
Ananias e Safira não tinham a consciência do erro que estavam cometendo, porque, ela estava cauterizada. A visão espiritual estava cega, e ou até mesmo não a tinham.

ADULTERARAM resultados em benefício próprio, não se importando as consequências de tais atos.

As coisas que são do Senhor estão muito além das nossas gananciosas mazelas.

Achamos que estamos enganando a Pedro, a Paulo, a Maria e a José, mas ao SENHOR não enganamos.

Esquecemos que a obra É DELE, e ninguém usufrui dela maliciosamente sem ter um encontro com ELE. 

Nem só o tempo é determinado por Deus para todas as coisas, mas também o preço do erro também o é; porque mentir para os ungidos do Senhor, ao Senhor mente.

O Senhor não se deixa escarnecer, mas dá a todos nós o benefício do arrependimento, pois quem confessa, se arrepende e deixa, alcança misericórdia.

Querer reter a herdade ao custo do engano, engana-se a si mesmo, pois ELE nunca se deixa enganar.

Os propósitos do nosso coração estão nus e patentes diante do Senhor. Quando querermos mostrar uma coisa quando no fundo queremos e somos outra; estamos aplicando a ARTE DO ENGANO, a qual pertence a mais vil e ludibriosa artimanha.

Eu até posso enganar por um tempo, mas com o decorrer do tempo o meu coração é desnudo na mais reles realidade dos fatos.

O Justo Juiz detém em suas preciosas mãos a Balança da Justiça que não admite injustiça, e nem a contrariedade a Sua Palavra.

A Jurisprudência do Excelso Senhor dos céus e da terra está delineada nos artigos, textos e contextos do Santo Livro:

"BALANÇA enganosa é abominação para o SENHOR, mas o peso justo é o seu prazer." (Provérbios 11 : 1)

"Pesos diferentes são abomináveis ao SENHOR, e balança enganosa não é boa."  (Provérbios 20 : 23)

Dois pesos e duas medidas são abominações ao Senhor, as quais trafegam na contra-mão da estrada da vida eterna com o Senhor Jesus Cristo.

NADA escapa do seu olhar mui penetrante, o qual percorre a terra como chamas de fogo, pois sabe e entende todas as imaginações dos pensamentos.

O âmago exemplar na história de Ananias e Safira nos revela uma das peculiaridades em que está envolta o nosso coração. Porquanto, qual seria o real propósito do nosso enganoso coração?

"Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?"  (Jeremias 17 : 9)

Será que de alguma forma não estamos mentindo a igreja do Senhor Jesus Cristo para auferir dividendos às custas dela?

E ou será que até mesmo não quero bens materiais dela, pois não preciso deles, mas sim a usar como degraus para subir no patamar do ego?

Se por uma desventura usamos deste sacrilégio estamos cavando o nosso próprio túmulo se persistirmos nesta nefasta condição.

A ARTE DO ENGANO
É uma especialidade do querubim ungido para nos submeter aos ardis dele. Conquanto, quem a ele se submete usando de artifícios enganosos, dele faz-se servo.

Ananias e Safira achando que podiam ludibriar o Espírito Santo, mentindo a Pedro ao reter parte da herdade vendida, enganaram a si mesmos, pois, na verdade estando COM O CORAÇÃO CHEIO DA ARTE SUPREMA DE SATANÁS, decretaram a sua própria morte MENTINDO VERDADEIRAMENTE AO ESPIRITO SANTO, e não somente a Pedro (apóstolos) como pensavam.

Ainda é tempo de meditarmos sobre os nossos verdadeiros propósitos diante do Senhor e da Sua Igreja.


"Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração porque dele procedem as saídas para vida (Provérbios 4:23)"


sábado, 5 de dezembro de 2015

O ÚLTIMO CULTO DE LIBERTAÇÃO E CURA DIVINA EM ALEGRETE COM O PASTOR VALDOIR GÓI

Foto pertencente A Banda Remanescentes; a eles sejam dados todos os méritos
Há para todas as coisas um tempo determinado por Deus.

Nesta quinta-feira 03/11/2015 deu-se o último culto de "Libertação e Cura Divina com o Pr. Valdoir Gói.

Por cerca de quinze anos este culto e equipe de Libertação e Cura Divina, tendo a frente o Pr. Gói, obteve junto às famílias inúmeras vitórias  no mundo espiritual, material e social.

Pessoas foram libertas do jugo de satanás; foram curadas e até ressocializadas.

O incansável pastor deixou um legado de difícil comparação; pois até nos intervalos de seus almoços não ia para sua casa descansar junto aos seus familiares, mas para visitas aos necessitados, principalmente nos hospitais e assemelhados.

Milagres aconteceram neste período, onde o câncer em muitos casos, junto com a AIDS,  e outras doenças de difícil recuperação, recuaram diante da operação do SENHOR JESUS CRISTO mediante a intercessão do prestimoso pastor.

Inúmeros foram os casos de famílias que não podiam ter filhos, foram agraciadas por Deus com esta dádiva divina.

Ele vai deixar uma lacuna nesta cidade para enriquecer a Igreja Assembléia de Deus na cidade de São Borja.

Está deixando a vice- presidência junto ao Pastor José Daniel Rodrigues de Souza, para assumir um cargo adjunto com o Pastor Presidente Pedro Soares da Silva na liderança da igreja naquela cidade.

Os integrantes da equipe deste pastor, junto com outros irmãos em Cristo querem lhe desejar as mais ricas bençãos da dispensa do Grande Senhor dos Exércitos.

Vai em paz. Não dissemos um adeus, mas um até breve com Jesus.

São os votos dos que lhe amam no SENHOR JESUS CRISTO.